Formula Chopp

Saiba quais são as plantas que deixam a casa mais leve e você mais produtivo!

  • Dayse Cruz
  • Publicado em 31 de março de 2021 às 09:30
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Mais do que simples ornamentos, cultivar plantas em um jardim ou mesmo no interior da sua casa pode ser benéfico para a sua saúde mental

Nesse momento de pandemia, cuidar de plantas também ajuda na saúde mental

 

Um estudo realizado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e publicado pela revista The Lancet concluiu que os casos de depressão aumentaram 90% e os de ansiedade e estresse agudo mais que dobrou no Brasil durante 2020.

Para tentar atenuar os efeitos da intensa rotina da vida moderna nesse momento de forte impacto emocional, os especialistas estão retomando um conceito antigo, chamado de biofilia.

Se analisarmos a palavra biofilia de forma etimológica, chegaremos à conclusão de que ela significa “amor pela vida”. O termo foi popularizado pelo biólogo americano Edward Wilson no livro ‘Biofilia’, publicado em 1984.

Embora não existam estudos amplamente aceitos que comprovem esta teoria, não faltam indicativos da influência saudável do verde no equilíbrio físico e mental.

A natureza já fez parte de 99% da vida humana e hoje representa apenas 9%. “Sempre que nós encontramos em uma situação de estresse ou precisamos tirar férias, pensamos em estar perto da natureza”.

“Quando queremos descansar, pensamos na natureza. É inconsequente, mas sabemos que ali nos sentimos bem. É onde o corpo e a alma podem descansar”, indica a paisagista Nãna Guimarães, em entrevista à Follow The Colors.

As mudanças de rotina provocadas pela pandemia da Covid-19 fizeram muitas pessoas mudarem de hábitos dentro de casa.

Para quem consegue trabalhar em regime de home office, a casa passou a ser o local onde passamos a maior parte do nosso dia.

“Coloquei na bancada de trabalho e isso me deu bem-estar em um momento em que eu só saía de casa para comprar comida. Fui me ocupando da planta, comprei outra e outra e outra… Já tenho cerca de 20 cachepôs”, relata o jornalista Marcelo Guidine, que diz que nunca teve plantas antes da quarentena.

Além dos benefícios psicológicos, as plantas limpam o ar da sua casa e algumas espécies têm a capacidade de filtrar de maneira efetiva o ar que respiramos dentro dos nossos lares.

Um estudo desenvolvido pelos cientistas da Nasa indicou que a poluição é um fator que causa problemas de saúde e até dificulta o nosso descanso.

Por isso, veja abaixo algumas espécies que colaboram com a nossa produtividade e podem reduzir o estresse do trabalho e da rotina em casa.

Aloe Vera
Conhecida também como babosa, é uma planta com inúmeras propriedades medicinais e que melhora sensivelmente a qualidade do ar, já que é capaz de absorver partículas como detritos e micróbios.

Lírio da Paz
É outra plantinha capaz de limpar significativamente o ar, além de ser umidificante, ajudando a melhorar sintomas da sinusite durante o inverno.

Hera
Também conhecida como trepadeira, além de enfeitar a casa, tem funções importantes: reduz os sintomas de alergias e asma e é capaz de reduzir as partículas de mofo que flutuam pelo ar.

Jasmin
Essa plantinha ajuda a induzir o sono profundo, diminuindo a ansiedade e levando a performances mentais elevadas. Isso acontece porque suas flores brancas têm um efeito calmante para nosso cérebro.

Azaleia
São plantas originárias do Japão que florescem uma vez por ano: no inverno, exatamente quando as demais plantas “adormecem”.

São plantas bastante resistentes e se adaptam bem tanto em um jardim quanto quando são plantadas em vasos. As azaleias gostam de luz do sol direta por pelo menos 4 horas por dia.

Elas precisam ficar abrigadas do vento e da chuva ou elas podem morrer facilmente.

*Informações Metro World News