Embraer: programa de estágio tem 250 vagas abertas para talentos de todo o Brasil

  • Salvador Netto
  • Publicado em 19 de janeiro de 2021 às 18:30
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Além da opção por vagas permanentemente remotas, a Embraer continua oferecendo a opção de aprendizado presencial. Inscrições vão até o dia 22 de janeiro

A Embraer está com inscrições abertas para o seu tradicional programa de estágio, que busca talentos aptos a enfrentar os desafios, as transformações e os avanços tecnológicos da indústria.

Reconhecido como um dos melhores programas de estágio do Brasil pelo ambiente de alta capacidade de aprendizagem cada vez mais digital, a novidade desta edição é a possibilidade de desempenhar as atividades a distância, o que gera oportunidades para candidatos que residem em qualquer região do Brasil, ampliando a diversidade de talentos.

Além da opção por vagas permanentemente remotas, a Embraer continua oferecendo a opção de aprendizado presencial nas unidades da companhia no Estado de São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina.

As inscrições estão abertas até o dia 22 de janeiro e podem ser feitas por meio do site https://programasembraer.gupy.io/. Há cerca de 250 vagas disponíveis para as diversas áreas da companhia.

Como medida de segurança, conforme os protocolos de combate à COVID-19, todas as etapas do processo seletivo serão on-line, desde a análise de perfil, até a dinâmica e a entrevista.

Os candidatos selecionados para vagas presenciais irão permanecer em home office até novas orientações das autoridades de saúde.

As vagas são para candidatos de nível superior e técnico que tenham interesse nos setores corporativo/administrativo, tecnologia, engenharia e operações.

Os benefícios oferecidos são bolsa auxílio compatível com o mercado, vale-transporte, vale-refeição e assistências médica e odontológica.

A seleção final dos novos estagiários da Embraer e o início das atividades estão previstos para acontecer em março.

As informações são do jornal “O Estado de Minas”


+ Trabalho