Formula Chopp

Pequenas “favelas” começam a ser formar em Franca e Prefeitura Municipal não age

  • Dayse Cruz
  • Publicado em 27 de abril de 2021 às 11:01
  • Modificado em 27 de abril de 2021 às 11:31
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Lideranças de entidades tem denunciado a situação, mas Município não se manifesta e sequer age para atender as pessoas

Dezenas de pessoas estão morando debaixo do viaduto sem quaisquer atenção do poder público – descaso é denunciado nas redes sociais

A população de Franca, principalmente no período da pandemia, tem visto uma ascensão de “favelas” ou amontoados de pessoas em diferentes pontos da cidade.

A situação de moradores de rua é uma questão pontual e que vem sendo denunciada à Prefeitura nos últimos meses, mas os departamentos responsáveis não têm tomado quaisquer providências para assistir as pessoas (em termos de assistência, casa, alimentação dentre outros).

Pessoas ligadas a instituições filantrópicas, organizações não governamentais e até mesmo vereadores se posicionaram sobre a questão e o risco que o Município corre de ter favelas.

Citaram os casos de várias pessoas que montaram barracas na avenida da Integração (av. José da Silva) entre o Jardim Redentor, Vila Santa Teresinha e Vila Gosuen.

Outro local é ambientação de marquises da Estação Ferroviária (bairro da Estação) e, também debaixo dos viadutos Dona Quita (perto da Polícia Judiciária e faculdades municipais), viaduto da rua Batatais e General Telles.

A falta de resposta do Município é o que tem deixado as lideranças da cidade indignados com o descaso.


+ Inclusão