Comediante Khaby Lame é a pessoa mais seguida do Tik Tok sem dizer uma palavra

  • Nene Sanches
  • Publicado em 26 de junho de 2022 às 19:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Reações silenciosas, porém expressivas, o catapultaram para a posição de um dos criadores digitais mais reconhecidos das redes sociais

O comediante Khaby Lame tornou-se o rei do TikTok, sem pronunciar uma palavra.

Com mais de 142,9 milhões de seguidores, Lame destronou a dançarina e criadora de conteúdo adolescente Charli d’Amelio e virou a pessoa com mais audiência na plataforma.

Lame, de 22 anos, nasceu no Senegal e vive atualmente na Itália. Ele cria vídeos onde reage sem palavras a truques absurdos, acumulando milhões de visitas e curtidas com cada publicação.

Nas últimas semanas, seus admiradores fizeram um esforço nas redes sociais para superar D’Amelio no TikTok. No Instagram, Lame tem 78,3 milhões de seguidores, contra os 48,8 milhões de D’Amelio.

Estava desempregado

O criador começou a publicar vídeos depois de perder um emprego como trabalhador de fábrica na Itália, nos primeiros dias da pandemia da Covid-19 em 2020.

Ele passava seus dias trancado na casa dos pais, na cidade italiana de Chivasso, em busca de trabalho. Um dia, baixou o TikTok e começou a brincar com o aplicativo em seu quarto, publicando vídeos de si mesmo sob o nome de Khaby Lame.

A princípio, como muitos “tiktokers”, produzia vídeos dançando, jogando videogames, ou fazendo acrobacias cômicas.

No início de 2021, ele começou a zombar de vídeos de truques inundando as plataformas de mídia social, reagindo a eles com um encolher de ombros sem palavras ou um olhar exasperado.

Sem falar

“A ideia apareceu porque eu estava vendo esses vídeos circulando, e gostei da ideia de dar-lhes um pouco de simplicidade”, disse Lame, em declaração à CNN, no final do ano passado. “Pensei em uma maneira de chegar a uma quantidade maior de pessoas, e a melhor forma era não falando”.

Além dos vídeos de dicas, Lame também publica pequenas paródias protagonizadas por suas reações expressivas, mas sem palavras.