Mais uma perda: ator Eduardo Galvão morre vítima de covid-19, no Rio

  • Salvador Netto
  • Publicado em 8 de dezembro de 2020 às 18:34
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 10:52
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Ele estava internado há mais de uma semana na UTI e na última terça-feira precisou ser entubado

O ator Eduardo Galvão morreu na noite de segunda-feira (7), aos 58 anos, vítima de Covid-19. Ele estava internado, há mais de uma semana, na UTI do Hospital Unimed Rio, na Barra da Tijuca, e desde a última terça-feira precisou ser intubado por causa de complicações da doença — o ator tinha dado entrada no hospital com cerca de 50% dos pulmões comprometidos.

A informação foi divulgada pela TV Globo, emissora para a qual o artista fez vários trabalhos. Galvão estava internado na unidade de tratamento intensivo (UTI) do Hospital da Unimed, no Rio de Janeiro.

O primeiro trabalho do ator na TV foi a novela “O Salvador da Pátria”, de 1989. Já sua última novela foi “Bom Sucesso”, de 2019. Na TV Globo, também participou de novelas como “A Viagem”, “O Clone” e “Paraíso Tropical”, entre outras.

Fez ainda parte do elenco de produções de outras emissoras, como a série “Um Menino Muito Maluquinho”, coproduzida pela antiga TVE (hoje TV Brasil). Ele também participou de filmes como “Um Tio Quase Perfeito” (2017) e “Didi, o Caçador de Tesouros” (2006).