​Galerias recuperadas no Santa Mônica e na avenida Presidente Vargas

Com as chuvas, galerias pluviais não suportam volume das águas e se rompem, causando perigo

Postado em: em Obras

Com as chuvas fortes dos últimos dias as equipes da Prefeitura estão se redobrando nos esforços para fazer frente às necessidades de recuperar os estragos causados. 

Nesta quinta-feira duas equipes foram mobilizadas simultaneamente para trocar e ampliar as galerias no final da Avenida Presidente Vargas, altura do Jardim do Éden e também no residencial Santa Mônica, à margem da rodovia Tancredo Neves, que liga Franca a Claraval.

No primeiro caso, próximo a rotatória de acesso ao Jardim do Éden não existiam bocas de lobo e nem sistema de escoamento das águas pluviais, o que vinha fazendo que a água ficasse estancada sobre o asfalto. 

Além dos riscos de acidentes, havia a deterioração natural do pavimento por conta da umidade. 

Um novo ramal de galeria foi implantado e a com isso os técnicos esperam que a situação seja resolvida em definitivo.

No conjunto de moradias Santa Mônica, o problema também era parecido, com falta de lugar para destinação das águas de chuva. 

As equipes da secretaria de Serviços e Meio Ambiente abriram o asfalto, fizeram uma caixa de captação e a interligaram a tubulação para o sossego dos moradores das imediações, os principais prejudicados.


Artigos Relacionados