Formula Chopp

Homem é condenado a pagar R$ 20 mil de indenização por “estelionato sentimental”

  • Cláudia Canelli
  • Publicado em 23 de maio de 2021 às 21:30
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Juíza considerou que homem “aproveitava-se da vulnerabilidade emocional da ex-namorada para explorá-la economicamente”

Um morador de Barueri, no interior de São Paulo, foi condenado a indenizar a ex-namorada em 20 mil reais por danos morais.

Ele pediu dinheiro emprestado para a mulher alegando que estava endividado e ameaçou tirar a própria vida, mas era tudo mentira.

O caso foi classificado como “estelionato afetivo e sentimental”.

As informações são do portal R7.

Além da indenização, o homem precisa devolver os 270 mil reais que pediu emprestado.

Além do empréstimo, a ex-namorada pagou contas de aluguel e plano de saúde.

Quando percebeu que foi manipulada, a mulher terminou o relacionamento e cobrou a devolução do dinheiro.

Ele recusou e ela entrou na justiça.

Quem analisou o caso foi a juíza Anelise Soares, da 5ª Vara Cível de Barueri.

Na decisão, a magistrada argumentou que o homem “aproveitava-se da vulnerabilidade emocional da ex-namorada para explorá-la economicamente” e que suas “artimanhas manipuladoras” geraram humilhação.

“Os elementos dos autos são suficientes para demonstrar que o réu praticou ‘estelionato afetivo, sentimental’ contra a autora, utilizando-se de astúcia para induzir a vítima a lhe dar grandes somas em dinheiro”.

A juíza considerou as provas demonstradas através de prints de conversas de WhatsApp e e-mails, “dos quais se observa claramente que ele constantemente solicitava ‘empréstimos’ a ela para pagamento de suas dívidas pessoais”.


+ Comportamento