Formula Chopp

Empresário oferece gratuitamente criação de e-commerce e lojas virtuais

  • Entre linhas
  • Publicado em 20 de abril de 2020 às 16:18
  • Modificado em 8 de outubro de 2020 às 20:37
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Especialista em marketing digital Lucas Leite quer ajudar empresários que viram seus comércios fechados

Lucas Leite quer ajudar outros empresários atingidos pela quarentena por conta do covid-19 (Foto: MF Press Global)

Em todo o mundo as restrições impostas pela quarentena, como medida de contenção ao avanço do novo coronavírus está causando desempregos em massa, devido ao encerramento da atividade comercial e da restrição da movimentação e deslocamento das pessoas, contemplando apenas serviços essenciais como mercados e farmácias.

Em virtude disto, o Banco Central já projeta crescimento zero para o PIB deste ano no Brasil, derrubando a projeção que havia de 2,2% para 2020 e as bolsas enfrentam sucessivas quedas, além do aumento vertiginoso da cotação da moeda norte-americana.

Nos Estados Unidos já são mais de 10 milhões de desempregados devido ao fechamento do comércio e no Brasil já começam as primeiras demissões.

Em meio a tudo isto, como empresas e empreendedores podem sobreviver e continuar gerando empregos?

O empreendedor e especialista em marketing digital, Lucas Leite, aponta que a solução para este momento de crise, inevitavelmente está no online: “se as empresas não conseguirem se adequar a este momento difícil que estamos vivendo promovendo uma presença no digital maior e expandindo suas fronteiras para fazer negócios online então certamente a crise será ainda mais difícil do que era suposto ser. As pessoas estão em casa e continuam precisando dos mesmos produtos e serviços, contudo não podem ir até o estabelecimento. Logo, o digital é a forma de trazer o seu negócio para os clientes.” 

Lojas virtuais gratuitas para empresas em dificuldade

Lucas Leite é CEO da Vende Muito Brasil, empresa especializada em e-commerce e marketing de influência. 

Em uma atitude altruísta, o empresário propôs um desafio solidário àqueles que querem encontrar um caminho para sobreviver em meio à crise: “desafiei a minha equipe a abraçar comigo a ideia de criarmos lojas virtuais para empresas que querem se inserir no mundo digital de maneira totalmente gratuita, sem cobrar os nossos custos de programação e criação da loja. Nós, como forma de estender uma mão amiga às empresas, iremos abdicar do valor da nossa mão de obra. Assim o usuário irá apenas cobrir os custos mensais da plataforma e do hosting.” 

Os critérios para ganhar a loja online são simples: “todos que entrarem em contato conosco e seguirem os nossos perfis oficiais no Instagram serão atendidos e ganharão um e-commerce feito por nós. Penso que mais do que palavras, agora é o momento de mostrarmos empatia e ajudarmos uns aos outros para que todos nós possamos vencer a crise do covid-19.”


+ Economia