Cuidados com o café podem ser decisivos na qualidade final do produto na lavoura

  • Roberto Pascoal
  • Publicado em 27 de fevereiro de 2021 às 16:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

No que se refere às práticas de pós-colheita, os cuidados começam no planejamento

CMN aumenta limite de crédito para cafezais afetados pelo clima

No que se refere às práticas de pós-colheita, os cuidados começam no planejamento

Pesquisas da Epamig relacionadas à cafeicultura abrangem todo o ciclo produtivo da planta, desde o preparo do solo e a indicação de cultivares selecionadas até os cuidados pós-colheita.

Incluem, também, o desenvolvimento de variedades mais produtivas e resistentes às pragas e doenças, além da indicação de boas práticas que garantam a qualidade e a agregação de valor ao produto final.

No que se refere às práticas de pós-colheita, os cuidados começam no planejamento da colheita, devem ocorrer quando os frutos estiverem maduros, da forma mais uniforme possível.

Na sequência, deve ser feita a lavagem dos frutos para a eliminação dos frutos imaturos e “boias”. O passo seguinte é a secagem, em terreiros ou secadores mecânicos.

A duração do processo de secagem do café no terreiro vai depender das condições climáticas e do tipo de processamento adotado (em via úmida ou seca). O ponto ideal de secagem é atingido quando os grãos apresentam umidade de 11%.

Clique aqui para acessar as publicações da Epamig que abordam diferentes estágios do ciclo produtivo, com recomendações dos tratos culturais, manejos e técnicas para controle de pragas e doenças mais adequados, além dos cuidados pós-colheita.


+ Agronegócios