Formula Chopp

Tidy dispara contra CPFL, supermercado e remédios em falta na Farmácia de Alto Custo

  • Marcia Souza
  • Publicado em 16 de junho de 2021 às 18:00
  • Modificado em 16 de junho de 2021 às 20:44
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Outra cobrança do vereador é sobre a falta de ação contra os moradores de rua na cidade de Franca

Outra cobrança do vereador é sobre a falta de ação contra os moradores de rua na cidade de Franca

O vereador Marcelo Tidy (DEM) estava com a mira afiada, nesta terça-feira, na Câmara. Disparou várias críticas a supermercados, CPFL e a Farmácia de Alto Custo da DRS.

Tidy não concorda e criticou os supermercados que, através de liminares, abriram durante o lockdown e provocaram aglomerações, no caso, o Savegnago e o Atacadão.

“Queria que a Vigilância em Saúde de Franca os multasse. Fala-se muito de restaurantes, mas era um absurdo o tanto de gente em um dos supermercados, comprometendo o trabalho do prefeito Alexandre Ferreira (MDB)”, afirmou.

O parlamentar ainda apontou que o serviço prestado pela CPFL no município continua insatisfatório. “As lâmpadas do Distrito Industrial continuam queimadas até hoje”.

Disse, ainda, na sequência de “broncas”, que há 29 remédios em falta na Farmácia de Alto Custo do governo estadual. Existem medicamentos que há oito meses não chegam a Franca. “É um descaso”, concluiu Tidy.

O parlamentar cobrou também posicionamento da Prefeitura com relação à quantidade de moradores de rua em Franca.

“Eles estão tomando conta do Centro: canteiros centrais viraram depósitos de sucata e contêineres estão sendo utilizados como abrigos. Os moradores de rua merecem respeito mas eles não respeitam o cidadão de bem”, declarou.


+ Política