Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 3%, mostra Banco Central

  • Cesar Colleti
  • Publicado em 3 de novembro de 2020 às 17:29
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 07:17
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Estimativa foi divulgada nesta terça-feira (3) no boletim Focus, publicação semanal do Banco Central.

A previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA – a inflação oficial do país) deste ano subiu de 2,99% para 3,02%.

A estimativa está no boletim Focus desta terça-feira (3), publicação divulgada todas as semanas pelo BC (Banco Central) com a projeção para os principais indicadores econômicos.

Para 2021, a estimativa de inflação variou de 3,10% para 3,11%. A previsão para 2022 e 2023 não teve alteração: 3,50% e 3,25%, respectivamente.

O cálculo para 2020 está acima do piso da meta de inflação que deve ser perseguida pelo Banco Central. 

Essa meta, definida pelo Conselho Monetário Nacional, é de 4% em 2020, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Ou seja, o limite inferior é 2,5% e o superior, 5,5%.

Para 2021, a meta é 3,75%, para 2022, 3,50%, e para 2023, 3,25%, com intervalo de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo em cada ano.