Governo estadual entrega 108 moradias populares em São José da Bela Vista

  • Cesar Colleti
  • Publicado em 23 de dezembro de 2020 às 12:31
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 12:27
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Empreendimento foi edificado em parceria com a Prefeitura; investimento total foi de R﹩ 13,4 milhões

O governador João Doria e o secretário de Estado da Habitação Flavio Amary participaram virtualmente, nesta terça-feira, 22 de dezembro, da entrega de 108 casas para famílias do município de São José da Bela Vista, região de Franca. 

Os imóveis foram edificados pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), com investimento de R﹩ 13,4 milhões.

“Nós estamos fazendo a entrega de moradias, todas de muita qualidade, para marcar um novo tempo na vida dessas pessoas que foram sorteadas e, hoje, estão recebendo as suas chaves”, disse Doria. 

“O sonho da vida das famílias é ter a sua casa própria. E essas pessoas estão sendo homenageadas hoje”, completou.

O Conjunto Habitacional Geraldo Maximiliano Barcelos, localizado na Rodovia Vicinal Jorge Luiz, s/nº, foi viabilizado em parceria com a prefeitura, que doou o terreno e administrou a obra. 

Os futuros moradores foram selecionados por meio de sorteio público, realizado em novembro de 2019. Do total de famílias que estão recebendo as chaves dos seus imóveis, 94% ganham até três salários mínimos.

Todas as casas têm dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro, lavanderia e área útil de 49 m². 

Os imóveis contam com as melhorias estabelecidas como diretrizes de qualidade pela CDHU, como piso cerâmico e laje em toda unidade habitacional, azulejo no banheiro e na cozinha, cobertura em estrutura metálica e sistema de aquecimento solar para a água do chuveiro.

“Trabalhamos com muito empenho, seguindo e mantendo os cronogramas para que estas famílias, além de realizar o sonho da casa própria, pudessem passar o Natal já em suas residências. Desejo a cada um dos novos moradores que possam ser felizes, criando seus filhos com amor, carinho e segurança’, disse o secretário Flavio Amary.

O financiamento dos imóveis já segue as novas diretrizes da Política Habitacional do Estado de SP, que preveem juros zero para famílias com renda mensal de até cinco salários mínimos. 

Assim, as famílias pagarão praticamente o mesmo valor ao longo dos trinta anos de contrato, que sofrerá apenas a correção monetária calculada pelo IPCA, o índice oficial do IBGE. 

O valor das parcelas é calculado levando-se em conta a renda das famílias, que podem comprometer, no máximo, 20% dos rendimentos mensais com as prestações. O valor da menor prestação é R﹩ 209,00.