Franca entre as cidades mais “nerds” do País, diz pesquisa da Amazon Brasil

  • Cesar Colleti
  • Publicado em 28 de maio de 2018 às 15:12
  • Modificado em 8 de outubro de 2020 às 18:46
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Moradores de Franca são viciados em Doctor Who e a cidade é líder em compras do gênero

​Um levantamento Amazon Brasil, divulgado no dia oficial do #OrgulhoNerd mostra algumas curiosidades sobre o consumo geek dos usuários da Amazon.com.br. 

Segundo a empresa, os moradores de Franca são viciados em Doctor WhoFranca é líder na venda dos títulos sobre as aventuras do Doutor. 

Já Salto (SP) aparece como a cidade mais fã de Star Wars – foi para lá que a empresa enviou o maior número de itens de decoração sobre a franquia.

São Caetano do Sul (SP), Niterói (RJ) e Florianópolis (SC). O que essas três cidades brasileiras têm em comum? Elas aparecem com destaque em ranking de vendas de produtos associados à cultura nerd. No dia oficial do #OrgulhoNerd, a Amazon Brasil divulgou uma lista com as cidades onde há mais usuários que compram livros, graphic novels e histórias em quadrinhos em formato impresso ou digital. 

A  Amazon considerou dados de vendas de produtos de vendedores de marketplace nas categorias de Eletrônicos, Casa & Cozinha e Papelaria. O ranking foi fruto da compilação de dados das vendas nas cidades com mais de 100 mil habitantes, considerando a base per capita, de produtos e downloads de eBooks realizados entre os meses de abril de 2017 e 2018. Abaixo, confira portanto quais são as “10 cidades mais nerds do Brasil”, segundo a Amazon Brasil: 

1ª) São Caetano Do Sul (SP)
2ª) Niterói (RJ) 
3ª) Florianópolis (SC) 
4ª) Santos (SP) 
5ª) Porto Alegre (RS) 
6ª) São Paulo (SP) 
7ª) Vitória (ES) 
8ª) Curitiba (PR) 
9ª) São Carlos (SP) 
10ª) Araraquara (SP) 

Florianópolis, capital de Santa Catarina, se destaca quando o assunto é Game of Thrones: considerando vendas per capita, foi a cidade que mais comprou livros das obras de George Martin que serviram de base para a premiada série da HBO. 

Quando o assunto é a franquia de jogos Assassin’s Creed, quem se destaca mesmo é Vitória (ES). Foi para lá que a Amazon enviou a maior quantidade de cadernos temáticos da série de jogos. 

CONHEÇA A SÉRIE QUE COLOCOU FRANCA NO TOPO DA PESQUISA

Doctor Who é uma série de ficção científica britânica, produzida e transmitida pela BBC desde 1963. A série mostra as aventuras do(a) Doutor(a) (The Doctor), um(a) Senhor do Tempo, alienígena do planeta Gallifrey, que explora o universo em sua máquina do tempo, uma sensível nave espacial conhecida como TARDIS (Time And Relative Dimension(s) In Space), cuja aparência exterior se assemelha a uma cabine de polícia londrina de 1963. Juntamente com os seus companheiros, O Doutor enfrenta uma variedade de inimigos, enquanto trabalha para salvar as civilizações, ajudar as pessoas comuns e corrigir erros.

A série recebeu o reconhecimento da crítica e do público como um dos melhores programas de televisão britânicos, incluindo o British Academy Television Award 2006 de Melhor Série de Drama e por cinco anos consecutivos (2005-10) venceu o National Television Awards, durante o mandato de Russell T Davies como produtor executivo.

Em 2011, Matt Smith tornou-se o primeiro Doutor a ser indicado ao BAFTA de Melhor Ator em um papel principal. Em 2013, o Prêmio Peabody honrou Doctor Who com um Peabody institucional de “para a evolução com a tecnologia e as vezes como nada mais no universo televisivo conhecido”.

O programa está listado no Guinness World Records como a série de ficção científica televisiva de mais longa duração no mundo e como a “mais bem sucedida” série de ficção científica de todos os tempos – com base em seus índices de transmissão global, DVDs, venda de livros, e o tráfego no iTunes.

Durante seu funcionamento original, foi reconhecida por suas histórias imaginativas, criativas de baixo orçamento de efeitos especiais e de uso pioneiro de música eletrônica (originalmente produzido pela Oficina Radiofônica da BBC).

A série é uma parte significativa da cultura popular britânica, e em outros países se tornou um programa favorito clássico da televisão.

 O show tem influenciado gerações de profissionais da televisão britânica, muitos dos quais cresceram assistindo a série.

 O programa originalmente funcionou de 1963 a 1989. Depois de uma tentativa frustrada de retomar a produção normal em 1996 com um piloto secreto na forma de um filme para a televisão, o programa foi relançado em 2005 por Russell T Davies, que era um produtor executivo e escritor chefe nos cinco primeiros anos de seu renascimento, produzidos pela BBC Wales, em Cardiff. 

A primeira temporada no século XXI, com Christopher Eccleston como o Nono Doutor, foi produzido pela BBC. As segundas e terceiras temporadas tiveram algum dinheiro de desenvolvimento contribuído pela Canadian Broadcasting Corporation (CBC), que foi creditada como co-produtora.

Doctor Who também gerou spin-offs em várias mídias, incluindo Torchwood (2006) e As Aventuras de Sarah Jane (2007), ambos criados por Russell T Davies; Class (2016) criada por Patrick Ness e Co-Produzida por Steven Moffat; K-9 (2009), uma série de vídeos divididos em quatro partes chamado P.R.O.B.E (1994) e um único episódio piloto de K-9 and Company (1981). Houve também muitas paródias e referências culturais do personagem em outras mídias.

Quinze atores e uma atriz já atuaram na série como 13 diferentes encarnações do Doutor (O 1º Doutor foi interpretado por três atores diferente), enquanto John Hurt interpretou uma versão especial do personagem. 

A transição de um ator para outro é descrito no enredo do show como a regeneração, um processo de vida dos Senhores do Tempo através do qual o personagem do Doutor assume um novo corpo, e de certa forma, nova personalidade, que ocorre quando este sofre uma lesão que seria fatal para a maioria das outras espécies.

 Apesar de cada interpretação ser diferente, e em algumas ocasiões uma encarnação encontrar outra, elas são pensadas para serem aspectos do mesmo personagem. O Doutor atualmente é interpretado por Jodie Whittaker que assumiu o papel depois da aparição final de Peter Capaldi em “Twice Upon a Time” em 25 de dezembro de 2017.