Água morna ou gelada: a temperatura certa ajuda até na perda de peso; entenda

  • Rosana Ribeiro
  • Publicado em 1 de novembro de 2020 às 20:27
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 07:09
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Segundo pesquisa, beber água morna ou gelada tem efeitos positivos no organismo

A ingestão de água morna ou gelada pode te ajudar a emagrecer quando aliada à uma alimentação equilibrada, segundo uma pesquisa clínica da Universidade Charité de Berlim, publicada na revista American Journal of Clinical Nutrition.

Os cientistas alemães comprovaram que beber um litro de água a mais por dia dá a sensação de saciedade e acelera o metabolismo, secando até 2kg. 

Mas muito se fala por aí sobre beber a água gelada ou a água morna para secar os quilinhos extras. Afinal, o que a temperatura tem a ver com isso? 

Confira quais são os efeitos da água morna ou gelada no seu organismo:

Água gelada:​ te ajuda a perder peso. 

O corpo trabalha em uma temperatura média de 36,5ºC e qualquer mudança obriga o sistema metabólico a trabalhar mais para ajustar a temperatura ao valor normal, queimando calorias para usá-las como energia na realização dessa tarefa. 

A nutricionista Márcia Loureiro, responsável pela Life Clínica, explica: “Estudos mostram que no frio o gasto calórico é maior, por conta da aceleração do metabolismo para manter a temperatura corporal alta.”

Beba de 8 a 10 copos por dia de água gelada para ter um gasto média de 200 calorias: “Isso ocorre porque a água gelada, por volta de 4ºC, funciona como um termogênico, acelerando o metabolismo”, explica.

Água morna:​ cuida do organismo.

Esse hábito vem de uma técnica da medicina chinesa. A nutricionista explica: “Tem como teoria que quando o estômago está quente, digere melhor os alimentos, diminui o apetite e ajuda no funcionamento do intestino“, afirma. 

O ideal é beber 300ml de água morna, entre 29 a 36ºC, uns 15 minutinhos antes das principais refeições.

Fuja do excesso!​

A água não foge à regra de que tudo em excesso faz mal. Quem alerta é Cinthia Julião, nutricionista: “Se uma pessoa tomar, por exemplo, quatro litros de água por hora, ela poder ter hiponatremia, que é quando falta sal no sangue, podendo causar sérios problemas, como convulsão.” 

Além disso, o consumo exagerado do líquido pode causar, também, mais diluição dos sais minerais presentes no sangue, assim como eliminar substâncias importantes no organismo.

*Informações Alto Astral