Usar cotonete pode entupir o ouvido e até furar o tímpano. Saiba mais aqui!

  • Roberto Pascoal
  • Publicado em 27 de maio de 2024 às 18:30
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Muitas vezes as pessoas utilizam métodos não recomendados pelos profissionais

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o cotonete não é o meio ideal para limpar os ouvidos. Ao usar o objeto para higienizar as orelhas, a cera é empurrada para o fundo do canal auditivo, o que causa um acúmulo maior de resíduo.

“Ele também pode causar lesões na pele do canal auditivo. Pressionar a cera para o fundo pode perfurar o tímpano e causar danos nos ouvidos. Além disso, há também um risco maior de contrair infecções”, alerta a fonoaudióloga Sophy Magee, da Boots Hearingcare, do Reino Unido em entrevista ao site The Mirror.

Outro método nocivo para limpar os ouvidos, acrescenta a fonoaudióloga, é o uso de velas auriculares. Em tese, o uso do objeto aceso no ouvido aplicaria uma pressão que suga a cera.

“Elas são comercializadas como um remédio natural, mas são ineficazes e apresentam muitos riscos à segurança, já que podem resultar em lesões como queimaduras e perfuração do tímpano”, afirma Sophy.

Então, qual é a forma correta de limpar os ouvidos? A fonoaudióloga destaca métodos seguros e eficazes para higienizar a região. Confira:

Kit de irrigação auricular

Uma das formas de fazer a higiene segura é por meio dos kits de irrigação auricular encontrados em farmácias. Segundo as instruções, a solução salina amolece a cera, fazendo-a escorrer para a parte de fora do ouvido.

“Antes de usar, busque um profissional para certificar que seu tímpano não está ferido e constatar a segurança do kit”, afirma Sophy.

Pano úmido

“Use um pano úmido para limpar suavemente a parte externa do ouvido. A ação pode ajudar a amolecer a cera, o que facilita o movimento natural da substância em direção à abertura do ouvido”.

“Adotar a prática regularmente deve ser suficiente para manter a limpeza”, sugere a fonoaudióloga.

Fator natural

Os ouvidos possuem um fator natural de limpeza que promove uma ação autolimpante. Existe uma quantidade segura de cera, que possui propriedade lubrificante e protetora. “Portanto, é recomendável deixar o aparelho auditivo em paz”, afirma Sophy.

Limpeza profissional

Lavar o ouvido sozinho pode ser arriscado — mesmo no banho e com delicadeza, existe o risco de entupimento das vias. Uma opção segura é ir ao médico de tempos em tempos para realizar a lavagem.

Fonte: Metrópoles


+ Bem-estar