Fazer tatuagem exige alimentação leve para evitar efeitos colaterais. Saiba quais

  • Roberto Pascoal
  • Publicado em 18 de junho de 2022 às 17:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Para melhorar a cicatrização é importante priorizar os alimentos anti-inflamatórios e cicatrizantes, como nozes, frutos vermelhos e gergelim

Tatuagem dói muito? Descubra os locais do corpo mais e menos sensíveis

Para melhorar a cicatrização é importante priorizar os alimentos não remosos

Quando se faz uma tatuagem é recomendado evitar, por um período de 2 a 4 semanas, os alimentos ricos em açúcar, como doces, refrigerantes, sorvetes, bolos e biscoitos recheados, porque podem estimular a inflamação no organismo, atrasando e dificultando a cicatrização da tatuagem.

Além disso, esses alimentos, conhecidos como “alimentos remosos” podem favorecer o desenvolvimento de reações alérgicas, o que também pode interferir no processo de cicatrização da tatuagem.

Para melhorar a cicatrização, segundo matéria do site Tua Saúde, é importante priorizar os alimentos anti-inflamatórios e cicatrizantes, como nozes, frutos vermelhos, salmão, chia e gergelim, por exemplo. Veja outros alimentos anti-inflamatórios para comer depois de fazer tatuagem.

O que não comer após a tatuagem

Os principais alimentos que devem ser evitados durante 2 a 4 semanas após fazer uma tatuagem são:

1. Embutidos, como salsicha, salame, mortadela, charque, carne seca e presunto;

2. Alimentos ricos em açúcar, como refrigerantes, sucos prontos, chocolate, doces, sorvetes, bolos e biscoitos recheados;

3. Alimentos ricos em gordura, como bacon, pizza, hambúrguer, frituras e salgadinhos de pacote;

4. Cereais refinados, como pão branco, farinha branca e macarrão branco;

5. Proteínas com muita gordura, como carne de porco, picanha, costelinha e carne de pato;

6. Frutos do mar, como camarão e caranguejo;

7. Laticínios gordurosos, como leite integral, iogurte integral, manteiga e queijos amarelos;

8. Alimentos industrializados, como comidas do tipo fast food, macarrão instantâneo, temperos em cubo, ou sachê, e molhos prontos;

9. Bebidas alcoólicas, como cerveja, vinho e espumante.

Além de interferirem no processo de cicatrização da tatuagem, esses alimentos também favorecem o surgimento de algumas doenças, como colesterol alto, diabetes e aterosclerose, por exemplo.

O que pode acontecer se comer esses alimentos?

Comer alimentos inflamatórios de forma regular ou em grandes quantidades, após fazer a tatuagem, estimula a inflamação, podendo resultar no aparecimento de sinais e sintomas como:

• Inchaço e vermelhidão no local;

• Coceira intensa na tatuagem;

• Dor na região da tatuagem;

• Febre baixa e presença de pus, o que pode ser indicativo de infecção;

• Formação de queloide, que é uma cicatriz em alto relevo.

Além do cuidado com a alimentação, é importante também seguir alguns cuidados, como fazer uso de pomada cicatrizante e antibiótica na tatuagem durante 15 dias, passar protetor solar e evitar que a tatuagem fique diretamente exposta ao sol. Confira outros cuidados que se deve ter após fazer a tatuagem.

O que comer após a tatuagem

Após a tatuagem é aconselhado priorizar alimentos cicatrizantes e anti-inflamatórios, que vão prevenir inflamações e ajudar na cicatrização. Por isso, os alimentos que devem ser priorizados após fazer a tatuagem são:

• Proteínas magras, como ovos, peixes, peito de frango e carne bovina magra, como músculo e patinho;

• Vegetais e frutas frescos, como laranja, morango, romã, caju, tangerina, tomate, e cenoura;

• Ervas e especiarias naturais, como cúrcuma, pimenta, alecrim, tomilho, hortelã e coentro;

• Alimentos ricos em ômega 3, como sementes de linhaça, nozes, azeite e amêndoas;

• Alimentos ricos em zinco, como gergelim, sementes de abóbora e gérmen de trigo;

• Cereais integrais, como arroz integral, macarrão integral e pão integral.

Hidratação

Além disso, é fundamental beber o mínimo de 2 litros de água por dia, porque a água ajuda no transporte de nutrientes e melhora a elasticidade da pele, promovendo uma boa cicatrização.


+ Bem-estar