Formula Chopp

Tidy critica Executivo depois de 120 dias de mandato: “Sou parceiro no que é certo”

  • F. A. Barbosa
  • Publicado em 5 de maio de 2021 às 19:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Vereador afirmou que que 2.351 pessoas estão na fila por um aparelho auditivo, entre outros problemas apontados

Vereador afirmou que 2.351 pessoas estão na fila por um aparelho auditivo, entre outros problemas apontados

O vereador Marcelo Tidy (DEM) utilizou seu tempo da Tribuna nesta semana para fazer uma retrospectiva de seus primeiros quatro meses como parlamentar na Câmara.

Ele se queixou de pedidos não atendidos pela Prefeitura, como a limpeza de áreas com mato alto e lixo e o conserto de lixeiras danificadas.

“Trabalho incansavelmente tentando defender os interesses da nossa cidade. Eu sou parceiro do prefeito Alexandre Ferreira (MDB) no que é certo, mas vou continuar cobrando e apontando os erros”, disse.

Amigo antigo de Gilson de Souza, que deixou a Prefeitura em dezembro, Tidy reconheceu que “o prefeito encontrou a cidade num momento difícil”.

Numa abordagem específica sobre lixo, o vereador disse que “não é o prefeito quem joga lixo, mas ele precisa punir quem faz isso”.

Tidy acrescentou que constatou muito lixo até no estacionamento do Pronto-Socorro “Dr. Álvaro Azzuz”.

Sugeriu ao secretário municipal de Saúde, Lucas Souza, a instalação de lixeiras, o que até hoje não ocorreu.

Ele reivindicou ainda que 2.351 pessoas estão na fila por um aparelho auditivo e que a Guarda Civil Municipal não possui veículos. “Continuarei sendo um vereador atuante”, finalizou.


+ Política