Quem nunca teve crises de azia? Conheça fórmulas caseiras para aliviar a “ardência”

  • F. A. Barbosa
  • Publicado em 16 de julho de 2021 às 21:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Queimação da azia incomoda bastante e está vinculada diretamente aos hábitos alimentares

Queimação da azia incomoda bastante e está vinculada diretamente aos hábitos alimentares

Quem tem as famosas crises de azia após as refeições sabe o quanto elas incomodam. Além dos tradicionais “prazóis” e antiácidos, há receitas caseiras e mudanças de hábitos alimentares que aliviam e ajudam a tirar a ardência.

Algumas soluções naturais podem ser interessantes para aliviar a azia e a queimação no estômago, como tomar água fria, comer uma maçã e tentar relaxar um pouco, por exemplo.

Essas estratégias devem ser utilizadas depois de refeições mais gordurosas ou de excesso de consumo de álcool.

A sensação de queimação no estômago e na garganta normalmente é causada pela má digestão e refluxo, que é quando o conteúdo que está no estômago, acaba subindo pelo esôfago causando esse desconforto, que tende a piorar ao deitar.

Quando os sintomas são frequentes e o refluxo está presente mais de 15 dias por mês, a azia e a queimação podem desenvolver lesões e prejudicar a saúde do esôfago e do estômago.

Nestes casos, recomenda-se uma consulta com um gastroenterologista para que possam ser indicados exames que ajudem a confirmar o diagnóstico e assim ser iniciado o tratamento mais adequado.

Para reduzir o desconforto causado pela azia e queimação, e ainda diminuir a intensidade e frequência as crises, algumas estrategias podem ser usadas como:

1. Remédios caseiros

Algumas formas naturais de combater a azia e a queimação no estômago incluem:

• Suco de batata crua;

• Suco de couve e maçã;

• Suco de mamão e linhaça;

• Comer 1 maçã ou pêra sem casca.

Utilizar estas práticas e completar o tratamento caseiro com chás como os de funcho e o de gengibre, também podem auxiliar no alívio da azia e queimação, além de reduzir a intensidade com que aparece.

2. Remédios de farmácia

Em alguns casos, quando as práticas caseiras não funcionarem plenamente, o médico pode recomendar a utilização de medicamentos antiácidos.

São exemplos desses remédios o hidróxido de alumínio, hidróxido de magnésio ou bicarbonato de sódio, inibidores da produção de ácido, como omeprazol, aceleradores do esvaziamento gástrico, como a domperidona ou protetores gástricos, como o sucralfato, por exemplo.

Estes medicamentos só devem ser tomados sob orientação médica, pois possuem contraindicações e efeitos colaterais.

3. Estratégias para combater a azia e queimação

Além do tratamento com os remédios caseiros e de farmácia, existem algumas estratégias que podem ser adotadas para aliviar a azia e queimação, além da frequência das crises:

• Elevar a cabeceira da cama;

• Emagrecer, já que o volume abdominal também causa azia;

• Deixar de fumar;

• Evitar alimentos gordurosos, fritos e picantes;

• Evitar refeições que contenham caldos e molhos;

• Evitar tomar café, chá preto, chocolate e refrigerante;

• Fazer pequenas refeições ao longo do dia, evitando comer muito de uma só vez;

• Evitar fazer exercícios isométricos, como a prancha abdominal e os abdominais comuns;

• Dormir deitado sob o lado esquerdo, especialmente depois de comer;

• Evitar situações estressantes.

Caso a azia e queimação persistam mesmo após a realização do tratamento indicado e cuidados necessários, o gastroenterologista pode recomendar a cirurgia anti-refluxo, que consiste em colocar uma válvula no estômago, para impedir que o conteúdo ácido volte para a garganta.


+ Bem-estar