Formula Chopp

Próximos 30 dias serão decisivos para controlar ou não a pandemia, diz Alexandre

  • Teo Barbosa
  • Publicado em 16 de junho de 2021 às 14:30
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Ainda segundo o chefe do Executivo, a diminuição da taxa de transmissão é o primeiro passo rumo à queda nos atendimentos e no número de entubados

Com diminuições na taxa de transmissão da Covid-19 e na média móvel de novos casos, Franca vive um momento de aparente desaceleração da pandemia, segundo o prefeito Alexandre Ferreira.

Para o chefe do Executivo, os próximos 30 dias serão “decisivos” para que a tendência de queda se consolide.

De acordo com Alexandre Ferreira, a taxa de transmissão do coronavírus na cidade, que chegou a atingir 1,57, atualmente oscila entre 0,8 e 1, como era sua expectativa no dia em que encerrou o lockdown.

Números superiores a 1 indicam que cada infectado transmite a doença para mais de uma pessoa e, assim, a doença avança.

“Os próximos 30 dias vão ser decisivos, não só em Franca como no Brasil inteiro. A manutenção desse número nesse ponto depende muito do comportamento da população agora. A gente abaixou a transmissão, agora o importante é criar condições de manutenção desses números por mais 40, 50, 60 dias”, afirma.

Ainda segundo o chefe do Executivo, a diminuição da taxa de transmissão é o primeiro passo rumo à queda nos atendimentos e no número de pessoas intubadas nas unidades de saúde.

A fila de espera por leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), porém, deve ser um dos últimos indicadores afetados.

“A expectativa, como as pessoas estão permanecendo muito tempo nos hospitais, é que a gente consiga diminuir esses números só em 30 dias a partir da manutenção da diminuição da transmissão”, explica.

O prefeito explica que para fazer um lockdown e diminuir a ocupação de UTIs, teria de ficar pelo menos 30 a 40 dias parado.

“A cidade não suporta isso, não só a cidade como lugar nenhum suporta”, afirma.


+ Saúde