Obesidade infantil aumenta e preocupa as autoridades da saúde no Brasil

  • Roberto Pascoal
  • Publicado em 3 de junho de 2022 às 19:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Conforme o Ministério da Saúde, 28% das pessoas na faixa etária de 5 a 9 anos apresentam excesso de peso

Conforme o Ministério da Saúde, 28% das pessoas na faixa etária de 5 a 9 anos apresentam excesso de peso

A data de 3 de junho marca o Dia de Conscientização Contra a Obesidade Mórbida Infantil.

Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 3,1 milhões de crianças com idades entre cinco e nove anos são obesas.

Isso equivalente a 13,2% da população nesta faixa etária acompanhada pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A obesidade infantil resulta de uma série fatores genéticos e comportamentais da criança, que podem ter causa nos contextos familiar, escolar e social.

Crianças obesas correm maiores riscos de desenvolver diabetes, doenças cardíacas, hipertensão, dores, inflamações e doenças nas articulações e nos ossos.

Conforme o Ministério da Saúde, 28% das pessoas na faixa etária de 5 a 9 anos apresentam excesso de peso, um sinal de alerta para o risco de obesidade ainda na infância ou em idade adulta.

Tramita na Assembleia Legislativa de São Paulo projetos prevendo a instituição da Semana de Combate e Prevenção à Obesidade Infantil (PL 802/2011) e o Programa de Educação Alimentar e Nutricional no Ensino Fundamental e no Ensino Médio da Rede Pública de Educação.

Um estudo divulgado no último mês de maio pela organização internacional World Obesity Federation, que aponta que, até 2030, cerca 30% da população adulta brasileira sofrerá com a obesidade.


+ Boa Forma