Neuropsicóloga cria app para “traduzir” choro dos bebês para os pais

  • Cesar Colleti
  • Publicado em 15 de maio de 2018 às 15:52
  • Modificado em 8 de outubro de 2020 às 18:44
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Ariana Anderson criou plataforma por ser mãe e saber o quanto é difícil entender o que os bebês estão sentindo

O choro de bebê pode dizer
muita coisa. De forma instintiva, essa acaba sendo umas das primeiras formas
que ele encontra para se comunicar. Porém, é difícil para os pais identificar o
que aquele choro está querendo dizer.

A princípio, o som pode
parecer sempre igual, mas aparentemente não é. Notando isso, a neuropsicóloga
Ariana Anderson criou um aplicativo
para ajudar os pais que promete
identificar o motivo da criança estar chorando.

A ideia de criar o aplicativo chamado “Chatterbaby”
veio depois que Ariana teve seu primeiro filho e se sentiu totalmente perdida –
como qualquer mãe de primeira viagem. Cada chorinho, barulho, gemido ou soluço
soava com um alarme para a mãe que, aos poucos, foi ganhando experiência.

Quando teve seu terceiro filho, ela já estava craque em todos os
sinais que uma criança dá, foi então que pensou em usar sua vivência e
profissão para ajudar outros pais a identificar o que significa cada tipo de
choro do bebê.

Como funciona

Foram cinco anos de pesquisa e mais de 1,7 mil bebês
analisados para o “tradutor do choro” elaborado pela neuropsicóloga ficar
pronto.

Segundo consta no site oficial do aplicativo, ele funciona
comparando os sons do bebê com o que consta no banco de dados, e através de
inteligência artificial sinaliza, com 90% de precisão, o motivo do bebê estar
chorando.

Para montar o banco de dados, foi registrado choros de bebês em
várias situações, como quando tomam vacina ou estão com fome, cólica, medo, dor
ou ainda com ansiedade por estar longe da mãe. Os sons foram rotulados e
identificados com o auxílio de outras mães veteranas.

A partir dos dados, o aplicativo prevê três possíveis
estados do bebê: fome, dor e agitado. O resultado é embasado em padrões
acústicos e leva em consideração se a criança é recém-nascida ou um pouco mais
velha.

Em evolução

O aplicativo já está disponível para ser baixado,
mas continua em processo de evolução e os pais que utilizam o app podem enviar
os dados dos próprios filhos para ajudar a plataforma a se aperfeiçoar e
identificar com mais precisão os sons emitidos pelo bebê.  

O Chatterbaby não é
apenas um aplicativo projetado para ajudar os pais de primeira viagem, ele
também pode auxiliar os pais surdos e também é uma ferramenta massiva de coleta
de dados que pode verificar irregularidades nos padrões do choro do bebê,
identificando, por exemplo, sinais do autismo, que pode um dia ajudar no diagnóstico
da doença.