Madeiras de podas de árvores são reutilizadas em placas e peças artísticas

  • Cesar Colleti
  • Publicado em 14 de outubro de 2017 às 13:26
  • Modificado em 29 de outubro de 2020 às 23:55
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Ação atende Programa Estadual Município Verde Azul, no qual Franca se destaca positivamente

A secretaria de Serviços e Meio Ambiente, atendendo às ações de sustentabilidade do Programa Estadual Município Verde Azul, no qual Franca se destaca positivamente, está procedendo ao aproveitamento das madeiras provenientes das podas das árvores do município. Mensalmente, cerca de 250 árvores são podadas na área urbana, produzindo grande quantidade de madeira, que está sendo utilizada para confeccionar placas indicativas, informativas e peças decorativas para prédios e áreas públicas municipais.

A ação produz 2 efeitos positivos imediatos: economia aos cofres públicos, que teria que encomendar placas para nomear os espaços, e preservação ambiental, pois, ao utilizar madeira de podas, evita que se compre madeira nova no mercado. 

Após a podas, as madeiras são recolhidas, passam por um processo de avaliação e triagem para depois serem trabalhadas e esculpidas, recebendo acabamento em verniz com as identificações de prédios e espaços públicos, e peças decorativas que já podem ser vistas no Parque ‘Dr. João Roberto Corrêa’, no Viveiro Transitório de Aves Silvestres (VITAS), no Projeto Mandaçaia, onde está o Meliponário com as colmeias das abelhas sem ferrão e no Jardim Zoobotânico. Brevemente, estarão também em outros parques, prédios e espaços públicos.

As podas das árvores são necessárias para proteção da rede elétrica, cabos de telefonia e da rede de água e esgoto. Também servem para preservação e fortalecimento da planta, quando necessário.