George Clooney diz que aconselhou Ben Affleck a recusar papel de Batman

  • Salvador Netto
  • Publicado em 20 de dezembro de 2020 às 04:40
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 12:10
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Clooney reconhece que estava errado e que o colega ‘fez um bom trrabalho’

(Folhapress) – George Clooney, 59, não gostou de ter interpretado o Homem Morcego, no longa “Batman e Robin”, de 1997. A experiência foi tão ruim, que ele tentou convencer Ben Affleck, 48, a recusar o papel do super-herói no cinema. 

“Ben não me ouviu e acabou fazendo um ótimo trabalho. Eu estava errado “, disse Clooney, se referindo as atuações de Affeck nos longas “Batman vs Superman: A Origem da Justiça” (2016), “Liga da Justiça” (2017) e uma breve participação em “Esquadrão Suicida” (2016).

A revelação foi feita durante participação do astro de “Amor Sem Escalas” (2009) e “Onze Homens e Um Segredo” (2001) no programa de rádio “The Howard Stern Show”. 

“Você não gostou da experiência de ser o Batman. Você disse: ‘sim, simplesmente não era para mim, eu provavelmente não deveria ter feito isso'”, perguntou o radialista Stern a Clooney, que confirmou a história.

“Fui um grande fracasso e fracassei nas coisas, e tive grandes sucessos, e isso não significa que tenham que me ouvir, mas só posso transmitir minha sabedoria por experiência própria e disse apenas: ‘não tenha mamilos no macacão'”, relembrou Clooney, ao falar que sua carreira repleta de altos e baixos faz com que as pessoas o procurem para pedir conselhos.

“Você tem que se lembrar que naquele momento eu era apenas um ator conseguindo um emprego de ator. Eu não era o cara que poderia dar luz verde a um filme”, ressaltou Clooney, relembrando as razões que o fizeram aceitar viver Batman. 

“Eles pagaram a Arnold [Schwarzenegger] US$ 25 milhões para estar em ‘Batman e Robin’, pagaram a mim tipo US$ 1. E nós nunca trabalhamos juntos, nunca nos vimos. É uma grande máquina monstruosa e eu simplesmente entrei e fiz o que eles disseram”, contou o astro.

Clooney acrescentou que nunca mais assistirá a “Batman e Robin” novamente. “É tão ruim, realmente dói. Como se você estivesse mudando os canais, ele simplesmente aparecerá e eu ficarei [suspiro] ‘Oh não, não, não, não'”, finalizou o ator.

Premiado ator e produtor, Clooney teve seu primeiro papel no longa “Loucademia de Combate” (1986). Ele ficou conhecido mundialmente ao interpretar o médico Doug Ross, no seriado “Plantão Médico” (1994-2000), papel que lhe rendeu indicações ao Emmy e ao Globo de Ouro. 

Clooney é vencedor de dois Oscar: um como Melhor Ator Coadjuvante, pelo longa “Syriana – A Indústria do Petróleo” (2005) e outro por “Argo” (2013), longa do qual foi um dos produtores e levou a estatueta de Melhor Filme.