Socialite e ex-A Fazenda, Heloisa Faissol é encontrada morta em seu apartamento

  • Entre linhas
  • Publicado em 3 de fevereiro de 2017 às 10:35
  • Modificado em 12 de janeiro de 2021 às 21:03
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Polícia investiga o caso para apurar as causas da morte de Heloísa, encontrada pelo filho de 19 anos

A socialite e cantora de funk Heloísa Faissol, de 46 anos, foi encontrada morta no apartamento em que morava em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro. Ela foi encontrada pelo filho, José Arthur Gerdes, de 19 anos.

O caso está sendo investido pela 13ª Delegacia de Polícia do Rio, em Ipanema. “Um procedimento foi instaurado para apurar a morte de Heloísa Worms Pinto,  cujo corpo foi encontrado ontem à tarde em um apartamento localizado na Rua Sousa Lima, Copacabana. Perícia foi realizada no local e diligências estão em andamento para esclarecer todas as circunstâncias do ocorrido”, informou em nota a assessoria de imprensa da polícia do Rio.

Ainda segundo a polícia, o corpo da socialite “foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para determinar a causa da morte”. 

Heloisa Faissol participou do programa A Fazenda 7, em 2014 (Foto: Divulgação/TV Record)


Heloísa Worms Pinto, mais conhecida como Heloísa Faissol, ficou famosa como Helô Quebra Mansão com o hit “Dou Pra Cachorro”. Ela ficou em terceiro lugar no reality show “A Fazenda”, em 2014. A socialite era cunhada do cantor e compositor João Gilberto e filha do renomado dentista Olympio Faissol. 

A funkeira deixa um filho, José Arthur, fruto de relacionamento com o dentista Renê Gardes. Em 2012, quando o rapaz tinha ainda 15 anos, os dois disputaram na Justiça a guarda do garoto.

Faissol adotou o nome “Helô Quebra-Mansão”, em alusão a Tati Quebra-Barraco, quando começou a cantar funks e organizar festas no Morro da Babilônia. A socialite morou na Suíça e na França e tem formação em marketing.