Estudos mostram comparação entre manteiga e margarina. Leia, seu coração agradecerá!

  • Roberto Pascoal
  • Publicado em 24 de junho de 2024 às 15:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Alimentação é o principal ponto de equilíbrio da saúde humana

A dúvida sobre escolher entre manteiga ou margarina divide opiniões. Entretanto, o problema aparece quando o consumo desses alimentos passa dos limites considerados “saudáveis”.

Para dizer qual das duas é melhor para a saúde, precisamos que certos detalhes sejam explicados.

Entre margarina ou manteiga, ambas são feitas com altas quantidades de gorduras, apresentando valores calóricos.

Mesmo tendo nomes e aparências semelhantes, existem diferenças fundamentais entre elas, necessitando de cuidado na hora da escolha.

Qual escolher?

Se você está pensando se deve continuar incluindo esses alimentos saborosos na sua compra, primeiro, entenda que nem toda gordura faz mal para o corpo.

Muitos nutricionistas consideram a gordura saturada, presente na manteiga, importante para a saúde, pois sua origem animal facilita a digestão pelo organismo.

Por outro lado, mesmo tendo vitaminas, há outros elementos que tornam a margarina um produto químico, como corantes e estabilizantes.

Além disso, a digestão dela é mais difícil, podendo até ter acúmulos em vasos sanguíneos ou órgãos bem importantes, como o fígado.

Manteiga é melhor?

A dúvida se manteiga é melhor que margarina costuma ser bem popular, já que a gordura saturada e o leite integral presentes na manteiga, por exemplo, estão relacionados ao alto risco de doenças cardíacas.

Já a gordura poli-insaturada, encontrada na margarina e no azeite, consegue até diminuir o risco de problemas cardíacos.

Por isso, a manteiga é o primeiro tipo de gordura que deve ser retirado da dieta do dia a dia, por não beneficiar a saúde.

Contudo, nem todas as margarinas vendidas são saudáveis, pois elas utilizam gordura trans (parcialmente hidrogenada), tendo maior chance de causar doenças nos consumidores não moderados.

Manteiga é saudável?

Outra dúvida muito comum costuma ser se manteiga é saudável, mas existem estudos que comprovam que não.

Segundo eles, um dos problemas encontrados nas manteigas também relaciona o consumo dela com o alto risco de causar doenças cardíacas.

Mesmo que tenha apenas ⅛ dos ácidos graxos transgênicos presentes nas versões em tablete, a quantidade de gorduras saturadas nas manteigas passa dos 50%, tendo além do dobro de qualquer margarina.

Em todo caso, se for muito difícil ficar sem este ingrediente, lembre-se de consumi-lo com equilíbrio.

Origem animal ou vegetal?

Saber se a manteiga é de origem animal ou vegetal pode fazer diferença no jeito como você se alimenta.

O aspecto animal vem da nata batida do leite, que acaba se tornando um creme com soro e pequenas bolinhas gordurosas. Esse líquido fica separado, enquanto a parte da gordura é a manteiga, feita por colesterol e gorduras saturadas.

Considerada um alimento natural, ela acaba tendo menos processos industriais na fabricação, não passando por um ultraprocessamento, diferente da margarina.

Porém, é importante lembrar que o consumo precisa ser equilibrado, feito com cautela, na junção de uma dieta cotidiana e enriquecida por nutrientes.

Qual é a diferença?

Se quer entender qual a diferença entre manteiga e margarina, fique sabendo que a primeira acaba aumentando o “colesterol ruim” (LDL), sendo uma das causas mais comuns em casos de obstruções de artérias e doenças cardiovasculares.

Já a margarina tem hidrogênio misturado com óleo vegetal não saturado, tornando o restante parcialmente hidrogenado.

É comum que as fábricas usem esses ingredientes para dar uma aparência cremosa e prolongar a duração do produto.

A gordura insaturada, bem mais saudável quando comparada à saturada, acaba virando gordura trans, sem nenhuma origem natural.

Seja qual for a sua escolha, um conselho é muito válido: aprecie com moderação.


+ Bem-estar