Formula Chopp

Em Franca, Patrulha Covid intensifica fiscalização e fecha bares e restaurantes

  • Rosana Ribeiro
  • Publicado em 15 de maio de 2021 às 10:30
  • Modificado em 15 de maio de 2021 às 15:06
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Patrulha Covid foi criada para fiscalizar e coibir eventos, aglomerações e descumprimento das regras da fase de transição de Plano SP

Patrulha Covid continuará fiscalização em Franca neste final de semana

A Patrulha Covid, anunciada pelo prefeito Alexandre Ferreira na tarde da última quinta-feira, já entrou em ação e interditou bares na cidade.

O objetivo é o de intensificar as ações de fiscalização em estabelecimentos comerciais, festas e eventos clandestinos, que estejam em desacordo com as medidas estabelecidas pelo decreto municipal.

Em operação realizada na noite da quinta-feira, a equipe Patrulha Covid visitou 5 estabelecimentos comerciais, no centro, avenidas Paulo VI, Antônio Barbosa Filho e Parque dos Lima, onde foram constatadas várias irregularidades.

A equipe é composta por fiscais da Vigilância Sanitária, com o apoio da Guarda Civil Municipal e Polícia Militar, e atua principalmente mediante denúncias recebidas pelo Covizap.

Do total vistoriado, dois estabelecimentos receberam orientações e foram notificados para o cumprimento das medidas.

Três bares/restaurantes foram interditados, tendo em vista que eram reincidentes, pois já haviam sido notificados e autuados pelos fiscais e autoridades sanitárias da Vigilância Sanitária Municipal, em recentes inspeções.

Dentre as irregularidades constatadas pela equipe estão aglomerações de clientes, com o descumprimento do limite de 30% da capacidade total do estabelecimento.

Além disso, estouraram o horário permitido para o atendimento presencial, e outros protocolos previstos no Plano São Paulo, como distanciamento entre as mesas, uso obrigatório de máscaras, entre outros.

As penalidades impostas pelos fiscais constam de procedimentos administrativos abertos, onde os responsáveis têm prazo de até 10 dias para apresentação de recursos, que serão analisados pelas autoridades sanitárias.

Dois dos três pontos comerciais já protocolaram suas defesas na Vigilância, mas permanecerão interditados até serem julgadas pelos fiscais, que avaliam a ocorrência, a situação do caso e os recursos apresentados.

Para este final de semana, as operações já estão programadas e a equipe Patrulha Covid, estará percorrendo vários setores da cidade, mediante as denúncias registradas pelo Covizap (99917-2802) ou pela Guarda Civil Municipal pelo telefone 3724-1033, visando coibir aglomerações e desrespeito a legislação municipal e Plano São Paulo, de enfrentamento a Covid-19, seja em estabelecimentos comerciais, eventos esportivos, festas clandestinas e outros.

Mariela Toscano, responsável pelas Vigilâncias Sanitária e Ambiental da Secretaria de Saúde, solicitou que a população continue auxiliando neste trabalho, realizando suas reclamações e denúncias pelos canais disponíveis e evitem aglomerações.

“Contamos com o apoio das pessoas para que fiquem em casa, se possível, cumpram as orientações do decreto e evitem aglomerações”, ressaltou.


+ Cotidiano