Formula Chopp

Deputada cobra e Sabesp otimiza obras da nova ETA para amenizar crise hídrica

  • Cláudia Canelli
  • Publicado em 7 de maio de 2021 às 18:30
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

A Sabesp retomou os serviços no sistema de captação de água, de forma que esteja concluído até o segundo semestre de 2022

Local da captação de água no Rio Sapucaí, que vai aliviar o problema de abastecimento de Franca
A Sabesp alertou a população sobre uma possível falta de abastecimento na cidade de Franca.
Porém, todos os esforços estão sendo realizados para que o município tenha água mesmo com o baixo percentual de chuvas e a captação registrando percentuais bem abaixo do normal.
A deputada estadual Delegada Graciela se mostrou preocupada com a crise hídrica que assola não só Franca, mas também o Estado.
“A população deve ficar atenta para consumir água com maior responsabilidade nesse período mais crítico”, disse ela.
Mas a deputada Delegada Graciela fez mais do que isso.
Junto com o delegado Davi, suplente de deputado federal, conseguiu na Sabesp desatar o imbróglio jurídico no contrato de execução da obra da nova captação de água bruta de Franca (ETA-Sapucaí Mirim).
E, desde junho de 2020, a Sabesp retomou os serviços no sistema de captação de água bruta, de forma que seja concluído em até o segundo semestre de 2022.
“Estamos acompanhando a execução dos serviços e cobrando da Sabesp agilidade. É possível que pelo menos o complexo da zona sul de Franca, que envolve a região do Jardim Aeroporto, Santa Bárbara, Jardim Elimar e proximidades, seja atendido ainda este ano através da ETA-Sapucaí Mirim”, relatou.
A falta de chuvas nesse período do ano é muito grave, explicou o gerente regional da Sabesp, Gilson Mendonça à deputada Graciela.
“A média de chuva dos últimos 20 anos no período de março a outubro é de acima de 4 mil mm, mas até hoje – em 2021 – chegamos a 1.300 mm”.
Ele informou ainda que, se a situação se agravar, a Sabesp irá fazer manobras com os mananciais Pouso Alegre e Canoas, além de promover alternações no abastecimento.
E com a liberação do fornecimento de água para a zona sul pela ETA Sapucaí Mirim até setembro, é possível amenizar o abastecimento do Município.
Recentemente, a deputada Graciela esteve na ETA Sapucaí Mirim onde verificou a situação grave da crise hídrica com o superintendente da Companhia, Gilson Mendonça; o gerente da Sabesp, Alex Veronez; e o Delegado Davi (suplente de deputado federal).

+ Meio Ambiente