Preso por pornografia infantil em Paraíso usava computador de escola

Homem de 61 anos foi preso em flagrante em e confessou usar equipamento

Postado em: em Justiça

Um homem de 61 anos preso em flagrante na operação Luz na Infância 2, que combate a pornografia infantil, admitiu ter utilizado o computador de uma escola estadual na qual trabalhava, em São Sebastião do Paraíso (cidade mineira a 78 km de Franca), para acessar os vídeos. 

A prisão está entre as mais de 200 efetuadas no Distrito Federal e em mais 24 estados durante a ação deflagrada nesta quinta-feira (17).

A operação Luz na Infância 2 é a maior operação brasileira de combate à pornografia infantil e mobiliza 2,6 mil policiais. 

De acordo com o Ministério Extraordinário da Segurança Pública, os alvos são pessoas que possuem conteúdos de exploração sexual contra crianças e adolescentes.

No caso do homem preso em São Sebastião do Paraíso, segundo o delegado regional Fernando Augusto Bettio, foi encontrado um computador com diversos vídeos pornográficos infantis durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na casa do suspeito. 

Além disso, no computador da escola em que ele trabalhava, foram encontrados programas de armazenamento e compartilhamento dos vídeos.

Segundo a Polícia Civil, o homem não possuía passagens pela polícia. Ele foi encaminhado ao sistema prisional. Os computadores que ele utilizava e um aparelho celular foram apreendidos pela polícia.


Artigos Relacionados