Prefeitura realiza campanha “Abril Verde” pela redução de acidentes de trabalho

Falta de segurança e equipamentos adequados matam quase 4 mil trabalhadores por ano só no Brasil

Postado em: em Trabalho

Para lembrar o dia 28 de abril, data em que pessoas de todo o mundo celebram o “Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho”, a Prefeitura de Franca realiza este mês, por meio da secretaria de Administração e Recursos Humanos, a campanha “Abril Verde”.  A iniciativa tem como objetivo alerta sobre os cuidados que precisam ser observados e reduzir os acidentes de trabalho e riscos que comprometem a saúde do trabalhador, além de destacar a importância do uso dos equipamentos de segurança na atividade.

Será um mês todo intensificando sobre essa causa, que no Brasil, mata quase 4 mil trabalhadores anualmente, ocupando o quarto lugar no ranking mundial de acidentes fatais de trabalho. O EPI é indispensável em casos de risco, para que a segurança não seja comprometida.

EPI significa Equipamento de Proteção Individual e é definido pela Norma Regulamentadora nº 06 (NR-06) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) como sendo: “todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho”

Conforme a NR-06 e a Consolidação das Lei do Trabalho (CLT) é obrigação do trabalhador usar o Equipamento de Proteção Individual. Junto a todos os setores da administração municipal, os técnicos de segurança do trabalho do SIAS (Serviço Integrado de Apoio ao Servidor), estão realizando visitas e distribuindo materiais relativos ao ‘Abril Verde’, para chamar a atenção ao uso dos equipamentos de proteção.

Conforme as orientações, cabe ao empregado quanto ao EPI:

a) usar, utilizando-o apenas para a finalidade a que se destina;

b) responsabilizar-se pela guarda e conservação;

c) comunicar ao empregador qualquer alteração que o torne impróprio para uso; e,

d) cumprir as determinações do empregador sobre o uso adequado.

Para mais informações, falar com Géssica no tel.: (16) 3711-9082


Artigos Relacionados