Formula Chopp

Vendendo carro por até R$ 2,4 mil, governo de SP arrecada R$ 4,8 milhões em leilão

  • Robson Leite
  • Publicado em 7 de maio de 2021 às 09:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Foram leiloados 525 veículos, entre carros, motos, caminhões, utilitários e também sucatas. Carro mais barato custou R$ 2,4 mil

O carro mais barato foi leiloado por R$ 2,4 mil e o mais caro saiu por R$ 38,2 mil

O governo do estado de São Paulo, através do DCTI (Departamento Central de Transportes Internos), leiloou nos dias 28, 29 e 30 de abril um total de 525 veículos, entre carros, motos, caminhões, utilitários e também sucatas pertencentes a sua frota. No total, foram arrecadados R$ 4,8 milhões.

Segundo Douglas Fidalgo, leiloeiro oficial responsável pelo evento, o leilão foi realizado apenas na forma online, pelo site, e foram disponibilizados veículos da PM (Polícia Militar), de secretarias do governo, da Assembleia Legislativa e de outras autarquias.

O resultado superou as expectativas da organização. 

Segundo Fidalgo, 90% dos veículos  arrematados foram comprados por pessoas físicas. “Provavelmente para uso próprio ou para pequenos negócios”, disse.

Consumidor final

”Normalmente, neste tipo de leilão, existem pessoas que arrematam um grande número de veículos para reformar e vender. Mas notei que, desta vez, prevaleceu um público que chamamos de consumidor final, que compra para seu uso próprio”, completou Fidalgo.

O carro mais barato do leilão foi um VW SpaceFox 1.6 GII, 2013/2014, flex, que foi arrematado por R$ 2,4 mil.

Já o veículo mais caro foi um Fiat Ducato Multi (caminhonete/furgão), 2011/2012, a diesel, comprado por R$ 38,2 mil.

Adiado do ano passado

Segundo Fidalgo, o leilão deveria ter sido realizado no ano passado, mas devido à pandemia foi adiado diversas vezes.

Como os investimentos tradicionais estão com baixa rentabilidade, muitas pessoas estão partindo para esse nicho de negócio.


+ Cotidiano