Ligações para serviços de emergência em Franca caem nos bombeiros e PM de Varginha

  • F. A. Barbosa
  • Publicado em 22 de março de 2022 às 12:30
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Família da cidade que sofreu acidente perto do Paiolzinho precisou de ajuda de terceiros para acionar ajuda em pista

Família da cidade que sofreu acidente perto do Paiolzinho precisou de ajuda de terceiros para acionar ajuda em pista

Quando ocorre um acidente de trânsito e alguém se machuca, a primeira reação é automática: ligar para o Corpo de Bombeiros e solicitar a ajuda dos profissionais.

Mas e se essa ligação, ao invés de cair na central dos bombeiros responsável pelos atendimentos em Franca, cair em Varginha, em Minas Gerais, a 240 quilômetros daqui?

Exatamente esta situação foi vivenciada por uma família de Franca na última semana, quando o veículo Duster no qual estavam saiu da pista, descontrolado, próximo do Paiolzinho, bairro rural da zona leste de Franca.

Felizmente, os ocupantes do veículo não sofreram ferimentos graves, porém, ao tentar acionar o 193 do Corpo de Bombeiros e o 190 da Polícia Militar, o atendimento era feito por militares da cidade mineira, conhecida mundialmente pelo “encontro de um ET”.

“Eles conseguiram ser socorridos quando uma outra pessoa passou pelo local e conseguiu pedir ajuda, mas é preocupante pensar se não passasse ninguém por lá”, disse Marcos Mariano da Silva, familiar das pessoas envolvidas.

Silva afirmou que fará questionamentos às autoridades para que seja apurado se tal situação foi esporádica ou se, de fato, há algum problema recorrente de transmissão no bairro Paiolzinho.