Fenômeno: todos os planetas do sistema solar estão visíveis nesta semana

  • Rosana Ribeiro
  • Publicado em 14 de novembro de 2020 às 21:51
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 08:25
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Todos os sete planetas que compõem nosso sistema solar serão visíveis em vários pontos ao longo do dia

Para quem gosta de astronomia, esse é um bom momento para colocar seus telescópios em funcionamento.

Isso porque, nesta semana, haverá algumas cenas não tão familiares no céu: todos os sete planetas que compõem nosso sistema solar serão visíveis em vários pontos ao longo do dia.

Vênus e Mercúrio são brilhantes o suficiente para serem vistos pela manhã, enquanto Marte, Júpiter e Saturno serão mais fáceis de serem vistos à noite.

A Earth Sky publicou em seu site um guia para ver todos esses planetas, junto com Urano.

Joe Guzman, astrônomo e educador da After School Matters, em Chicago, já contou a seus alunos sobre o fenômeno celestial desta semana.

“Esta manhã, reservei um tempo para dar uma olhada na lua crescente”, disse Guzman à CNN. 

“E quando o sol se pôr esta noite, você definitivamente será capaz de ver Júpiter e Saturno.”

Por que isso está acontecendo?​

A visibilidade dos planetas é apenas uma coincidência cósmica. “É a dança dos planetas ao redor do sol”, brincou Guzman. 

“É um fenômeno natural e acontece de vez em quando. Não é raro, mas é pouco frequente.”

Por isso, Guzman acha que todos que puderem devem usar um telescópio e observar o céu. 

A Sky & Telescope – revista norte-americana que cobre vários aspectos da astronomia amadora – informou que a venda de telescópios já aumentou desde o início da pandemia, com as empresas reportando “aumento nos negócios de 60% a 400% em relação ao ano anterior”.

Guzman recomenda que observadores novatos do céu fiquem atentos a Saturno, seu planeta favorito para observação.

“Você pode ver seus anéis com bastante facilidade”, disse. “Definitivamente vale a pena observar.”

*Informações CNN