Conheça o melhor queijo mineiro; concurso foi realizado pela Emater

  • Joaquim Felix
  • Publicado em 20 de dezembro de 2020 às 10:06
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 12:11
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Produtor campeão faz 30 peças por dia e foi escolhido entre mais de 300 participantes

Concurso do queijo reuniu mais de 300 produtores de várias partes de Minas

Um queijo Minas Artesanal da região da Canastra e um café da região das Matas de Minas formaram a dupla campeã dos concursos estaduais promovidos pela Emater-MG em 2020. 

O anúncio dos vencedores das duas competições foi feito  em solenidade virtual promovida pela empresa, com a participação de produtores rurais, técnicos e autoridades.  

O responsável pelo café campeão do estado é o agricultor familiar Ademir Abreu de Lacerda, de Espera Feliz.

Este é o quarto ano consecutivo que um cafeicultor do município leva o grande prêmio estadual. Além disso, o pai do Ademir, seu Onofre, já venceu a competição em 2012. São três gerações na família produzindo café.

“A emoção é muito grande de estar aqui, representando esta família. Agradeço a todos que nos ajudaram nessa caminhada, a nossa família, ao pessoal da Emater e do Sicoob. Trabalhamos muito e o trabalho está reconhecido graças a Deus. Muito obrigado”, disse Ademir Lacerda ao comemorar o prêmio por videochamada.

Já o queijo vencedor do concurso de 2020 é do produtor Reinaldo de Faria Costa, do município de Vargem Bonita. 

Reinaldo de Faria Costa, o vencedor do concurso

A produção fica na Fazenda Capivara. Ele começou a produzir queijo muito jovem, atividade que aprendeu com seus pais. Na propriedade, são produzidas 30 peças de queijo por dia. 

O queijo da propriedade do Reinaldo recebeu do júri técnico nota 95 de um total de 100.“Muito feliz. Quero agradecer a Deus e a minha família. Minha esposa e meu filho, Vinícius. A gente procura fazer o melhor.

Concurso do Queijo 

Este ano o Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal foi uma edição especial pelos 300 anos de Minas Gerais. O julgamento com a escolha dos 20 finalistas reuniu estudiosos da produção queijeira e profissionais com ampla experiência na área. Foram escolhidos os cinco melhores queijos do estado.  

O campeão estadual Reinaldo de Faria Costa comercializa os queijos de sua propriedade, no aeroporto de Confins, que fica na região metropolitana de Belo Horizonte, e em diversas regiões de Minas Gerais. Reinaldo Costa também comercializa a iguaria nos estados de São Paulo e Goiás, além de Brasília.  

No concurso, concorreram queijos produzidos nas regiões caracterizadas e reconhecidas como produtoras da iguaria: Araxá, Campo das Vertentes, Canastra, Cerrado, Serra do Salitre, Serro e Triângulo Mineiro. No total foram 185 queijos. Todos legalizados e com inspeção municipal ou estadual.