Concurso: Polícia Federal terá 1500 vagas abertas e mais 500 remanescentes

  • Cesar Colleti
  • Publicado em 15 de dezembro de 2020 às 12:44
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 11:40
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

A chamada de 2 mil vagas será a soma das 1.500 autorizadas com 500 remanescentes, diz diretor-geral

A Polícia Federal teve seu edital de concurso público (Concurso PF) autorizado no Diário Oficial da União com 1.500 vagas. No entanto, a corporação projeta 2 mil provimentos até 2022.

A informação foi passada pelo diretor-geral da Polícia Federal, Rolando Alexandre, durante discurso na cerimônia de encerramento do Curso de Formação Profissional de novos peritos e delegados. 

De acordo com ele, a chamada de 2 mil vagas será a soma das 1.500 autorizadas com 500 remanescentes, sendo:

  • primeira turma em 2021
  • segunda turma com os remanescentes em 2022

Na ocasião, Rolando Alexandre agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça.

“Neste momento a formação dos novos policiais federais não estaria acontecendo sem o seu apoio (Bolsonaro) incondicional em recomposição dos quadros da Polícia Federal – não apenas com essa turma que se forma hoje, mas também com a realização de um novo concurso público de 2 mil vagas: 1.500 já para 2021 e os excedentes para 2022”, disse o diretor-geral Rolando Alexandre.

Concurso PF autorizado com 1.500 vagas

Foi divulgado no Diário Oficial da União do dia 11 de dezembro, a autorização do novo concurso público para Polícia Federal (Concurso PF). De acordo com o documento, estão confirmadas 1.500 vagas para corporação em 2021.

Embora o presidente Jair Bolsonaro tenha confirmado o concurso Polícia Federal 2021 com 2 mil vagas, o edital foi autorizado com 1.500 vagas para carreira policial. A distribuição é a seguinte:

  • 123 (cento e vinte e três) cargos de delegado de polícia federal;
  • 400 (quatrocentos) cargos de escrivão de polícia federal;
  • 84 (oitenta e quatro) cargos de papiloscopista policial federal; e
  • 893 (oitocentos e noventa e três) cargos de agente de polícia federal.

Agora com a autorização oficial do concurso público da Polícia Federal, uma dúvida que paira na cabeça do candidato é: quando será publicado o edital de abertura do concurso público da PF?

A informação ainda não foi confirmada pela corporação. Os próximos passos agora serão a escolha da banca e assinatura de contrato com a empresa.

A expectativa é que o concurso seja divulgado em muito breve, uma vez que o próprio presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que o edital está pronto.

“Não é por causa disso apenas. É por outras questões que o governo federal autorizou, os editais estão prontos já. No ano que vem, abriremos vagas para 2.000 policiais federais e 2.000 policiais rodoviários federais. Isso é investimento porque, só no que se aprende em bens e valores, dá para pagar várias folhas da PF. Em especial, de maio para cá, a PF tem feito um trabalho cada vez mais profícuo”, disse o presidente.

A expectativa é que o edital do concurso público da Polícia Federal seja divulgado no início do primeiro semestre de 2021, para que as inscrições sejam abertas em seguida. 

A previsão é do presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Luís Boudens, ao site Folha Dirigida. Segundo ele, a tendência é que a aplicação das provas durante esse período.

No entanto, sobre a aplicação das provas, Boudens foi ainda mais cauteloso por conta da pandemia da Covid-19. De acordo com ele, há sim uma preocupação com uma possível nova onda que, pode, sim, atrasar de alguma forma o futuro cronograma.