Formula Chopp

Agronegócio brasileiro vive seu melhor momento econômico, graças às exportações

  • Teo Barbosa
  • Publicado em 25 de maio de 2021 às 07:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

O setor bateu recorde de US$ 11,57 bilhões em exportações, um crescimento de 28,6%, com a China sendo o maior comprador

O uso da tecnologia e outras ferramentas modernas estão incrementando ainda mais o agronegócio brasileiro

O agronegócio brasileiro vem mostrando sua força e impedindo maiores quedas sobre a economia do país.

Segundo o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), no mês de março, o setor bateu recorde de US$ 11,57 bilhões em exportações, o que significa crescimento de 28,6% em comparação com 2020.

A forte demanda da China foi a responsável por alavancar estes números, onde adquiriu US$ 5,05 bilhões de produtos, correspondente a 39,8% do total das exportações.

De acordo com as informações divulgadas pela assessoria, as previsões para 2021 são ainda mais favoráveis.

Conforme estimativas da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o Brasil alcançará recordes na produção de grãos, com destaque para a soja e milho, com expectativa de alcançar 268,9 milhões de toneladas.

Outra previsão positiva, é o crescimento de 3% no PIB do agro e de 4,2% do valor bruto da produção.

Para o coordenador do curso de Agronegócio do Centro Universitário Internacional Uninter, Alexandre Francisco de Andrade, algumas circunstâncias são responsáveis por este crescimento em 2021, uma delas é a forte atuação da tecnologia no campo.

“A tecnologia se faz presente no setor agrícola com modernos sistemas de monitoramento meteorológico e agrometeorológico, máquinas autônomas que economizam tempo, custo de produção, análises de campo e solo, e usam Inteligência Artificial para uma agricultura de precisão”, explica o coordenador.


+ Agronegócios