Desenvolve SP libera mais R$ 400 milhões para turismo no Estado

As linhas de crédito vêm de recursos do Fundo Geral do Turismo e em condições facilitadas

Postado em: em Turismo

Celebrado em 27 de setembro, o Dia Mundial do Turismo este ano será atípico. O mercado turístico, que projetava celebrar o crescimento dos negócios em 2020, tornou-se um dos mais afetados pela pandemia do coronavírus. 

Em dezembro do ano passado, o Brasil estava entre os três principais destinos emergentes do mundo para 2020, segundo o relatório global Tendências de Viagens 2020 do Skyscanner, líder mundial em viagens.

O país registrou 27% de crescimento nas buscas globais no comparativo com a procura registrada para 2019. São Paulo aparecia em sexto lugar na lista de destinos, tendo como foco a gastronomia local da cidade.

Diante do novo cenário, o Desenvolve SP, instituição financeira do Governo do Estado, disponibilizou um mecanismo de crédito voltado especialmente ao auxílio às micro, pequenas e médias empresas ligadas direta ou indiretamente ao setor turístico.

“Estudamos muito a situação. Com a interrupção das atividades, o setor turístico foi avaliado como um dos que mais seriam afetados pela pandemia, junto ao da cultura e economia criativa e do comércio, e faltaria liquidez nas empresas. Por isso, ainda em março, no início da pandemia, lançamos uma linha exclusiva com condições diferenciadas para estes setores”, afirma o Presidente do Desenvolve SP, Nelson de Souza. “O auxílio emergencial para as empresas é o capital de giro”.

Recursos
Desde o início da pandemia, o Desenvolve SP já liberou para as empresas do setor turístico mais de R$ 91 milhões pela linha Fungetur giro. Outras operações que correspondem a quase R$ 64 milhões foram aprovadas e seguem para liberação, totalizando mais de R$ 154 milhões em crédito para o setor turístico. 

No início de setembro, o Ministério do Turismo e o Desenvolve SP fecharam parceria para destinação de mais R$ 400 milhões a empresas via Fungetur. O aditivo amplia a capacidade de auxiliar a recuperação e retomada das empresas paulistas de um dos setores mais impactados pela pandemia do coronavírus.

Através do Desenvolve SP, os recursos são disponibilizados por meio de linhas de crédito com condições facilitadas – taxas reduzidas e prazos estendidos. As empresas podem solicitar crédito para capital de giro e financiamento para projetos de investimento, máquinas e equipamentos. 

As condições das três linhas Fungetur compreendem juros reduzidos de 0,41% ao mês e prazo estendido de até 120 meses, com até 36 de carência, além de garantia por meio do Fundo Garantidor e aval dos sócios.

Como solicitar
Micro, pequenas e médias empresas com faturamento anual entre R$ 81 mil e R$ 10 milhões, Certificação Digital E-CNPJ, cadastro ativo no CADASTUR e Classificação Nacional de Atividades Econômicas – CNAE relacionado a atividades turísticas podem realizar a solicitação de crédito pelo site do Desenvolve SP: www.desenvolvesp.com.br. De forma simples e desburocratizada, todo o processo é realizado online.

Podem ter acesso ao crédito empresas das áreas de acampamento turístico, agências de turismo, meios de hospedagem, parques temáticos, transportadora turística, casas de espetáculos e equipamentos de animação turística, centro de convenções, empreendimento de apoio ao turismo náutico ou à pesca desportiva, empreendimento de entretenimento e lazer e parques aquáticos, locadora de veículos, organizadores de eventos, prestadores de serviços de infraestrutura de apoio a eventos, prestadores especializados em segmentos turísticos, além de restaurantes, cafeterias e bares. Confira todos os CNAES atendidos pela linha Fungetur.

Impacto
Segundo estudo da FGV, o Brasil tem experimentado uma trajetória de crescimento do turismo tanto do ponto de vista doméstico como em número de chegadas internacionais. 


Artigos Relacionados