Teste do Pezinho: Projeto busca ampliar o número de doenças detectáveis

  • Cesar Colleti
  • Publicado em 19 de novembro de 2020 às 18:04
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

A presidente da FEAPAES-SP, Cristiany de Castro, destaca a importância do Projeto de Lei e de sua aprovação.

O deputado e presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa das APAES e Pestalozzis, Marcio Alvino, apresentou na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei (PL) 5176/2020, para a alteração da Lei nº 8.069, de 1990, que dispõe sobre a ampliação do Programa Nacional de Triagem Neonatal no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) e da rede privada de saúde.

Essa é uma reivindicação também compartilhada pelo movimento apaeano do estado São Paulo. 

A presidente da FEAPAES-SP, Cristiany de Castro, destaca a importância do PL e de sua aprovação.

“A ampliação desse teste é fundamental para a saúde da criança, pois são capazes de diagnosticar uma gama extensa de doenças que, se detectadas antecipadamente, tem mais possibilidade de tratamento”, fala.

Atualmente o exame realizado nos recém-nascidos detecta apenas seis doenças, mas o objetivo do Projeto de Lei é ampliar esse número. 

O Instituto Vidas Raras é autor de uma petição online que convida os cidadãos interessados a assiná-la para solicitar ao Congresso Nacional que institua a realização dos exames do teste do pezinho ampliado como obrigatórios no âmbito do Sistema Único de Saúde e da rede privada.