Rolling Stones: Keith Richards deixa de beber e de fumar definitivamente

  • Salvador Netto
  • Publicado em 14 de novembro de 2020 às 23:06
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 08:26
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Lendário guitarrista salienta que foi uma decisão ‘difícil’ em tempo de quarentena

Keith Richards não esconde que foi

Keith Richards, o lendário guitarrista dos Rolling Stones, deixou definitivamente de fumar e beber álcool. O músico já tinha moderado o consumo destas substâncias, mas decidiu agora deixar definitivamente de as usar.

Porém, Keith Richards não esconde que foi “difícil” não ceder aos seus hábitos antigos em tempo de quarentena. “É difícil nessas condições, mas até agora, tudo bem”, conta em declarações ao “The Sun”.

Ainda sobre aCovid-19, o músico, de 76 anos, diz que tanto ele quanto a família se mostraram preocupados e cautelosos desde o início da pandemia. E é por isso que opta por ficar “escondido” em casa sempre que consegue.

História de exageros
Quem conhece a carreira e trajetória Richards, sabe que o músico já teve sua época de festar muito e abusar de determinadas substâncias — lícitas e ilícitas.

Mas parece que com a idade, o guitarrista mudou um pouco o seu jeito de pensar em relação ao assunto. Em uma entrevista para o Telegraph, em 2018, o músico comentou sobre a situação do abuso de remédios e drogas.

“Drogas não são interessantes atualmente”, falou sobre remédios como Xanax. “Elas são institucionalizadas e vazias. De qualquer forma, eu já usei todas elas”.

Na época, ele disse que estava limpo. “Eu não uso drogas há dois meses”, afirmou durante entrevista. Ele disse ainda que seus únicos “vícios” eram o cigarros e café.