Formula Chopp

Jovem quase morre do coração após dois anos bebendo 4 latas de energético por dia

  • Cláudia Canelli
  • Publicado em 17 de abril de 2021 às 21:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Ainda é necessário que mais pesquisas sejam feitas para investigar a ligação entre bebidas energéticas e problemas cardíacos

Anos de consumo intenso de bebidas energéticas quase mataram um jovem, dizem médicos do Reino Unido.

Em um novo relatório publicado esta semana, eles detalham como o homem desenvolveu insuficiência cardíaca provavelmente ligada ao hábito de beber quatro energéticos por dia durante dois anos consecutivos.

Ele foi parar na UTI como consequência, mas felizmente sobreviveu.

De acordo com o relatório, publicado na quinta-feira (15) no BMJ Case Reports, um britânico de 21 anos foi a um hospital local com queixas de falta de ar e inchaço abdominal.

Seus sintomas, que também incluíam perda de peso, tremores, batimento cardíaco acelerado e fadiga geral, começaram quatro meses antes e estavam piorando progressivamente.

Sua saúde havia piorado tanto que ele havia parado de ir à escola três meses antes. Os testes logo revelaram que o homem tinha insuficiência cardíaca e renal, a ponto de danificar seu cérebro e causar delírios.

O homem negou o uso de álcool ou outras drogas, e nada mais em sua história familiar parecia indicar uma vulnerabilidade única a problemas cardíacos.

Mas ele descreveu beber regularmente até quatro latas de 500 ml de energético por dia nos últimos dois anos.

Os médicos concluíram que a insuficiência cardíaca do homem foi provavelmente causada por seu consumo pesado de bebida energética, que provavelmente danificou seu coração lentamente ao longo do tempo.

Sua insuficiência renal, por outro lado, foi causada por um bloqueio crônico da urina nos rins e na uretra, mas provavelmente não estava relacionada a este hábito ou aos danos cardíacos.

Sem tratamento intensivo, ele corria sério risco de morrer. No terceiro dia após ser internado, o homem foi transferido para um hospital especializado.

Ele ainda passaria 58 dias lá, grande parte dele em diálise. No fim, ele recebeu alta com uma saúde relativamente decente.

Esses casos parecem ser raros, mas ainda não está claro como essas bebidas podem contribuir para danos ao coração.

Um provável culpado são as doses enormes de cafeína por bebida. Estimulantes como ela podem fazer o coração bater mais rápido e mais forte

Mas os médicos suspeitam que algumas pessoas são simplesmente mais suscetíveis do que outras aos efeitos negativos à saúde causados pelo uso excessivo dessa substância.

(Com informações do Gizmodo)


+ Saúde