Já ouviu falar do óleo de prímula? Conheça os benefícios para pele, cabelos e unhas!

  • Dayse Cruz
  • Publicado em 18 de abril de 2022 às 21:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Este versátil ingrediente botânico oferece hidratação profunda para a pele, cabelos, unhas e couro cabeludo

Óleo de prímula é um componente versátil que promove nutrição e hidratação à pele e cabelos

 

Você conhece o óleo de prímula? Graças às suas propriedades medicinais, o ingrediente é comumente encontrado em cosméticos designados para a pele seca, com manchas ásperas, rugas, vermelhidão e irritação.

Este versátil ingrediente botânico oferece hidratação profunda para a pele, cabelos, unhas e couro cabeludo.

O óleo de prímula também acalma a inflamação e melhora a cicatrização, o que pode ser útil para se livrar de cicatrizes de acne. Em inglês, pode ser conhecido como the King’s cure-all, ou “a cura do Rei”.

Conheça mais benefícios, usos e as melhores maneiras de incorporar este óleo à sua rotina.

O que é óleo de prímula?

Derivado da planta Oenothera Biennis, o óleo de prímula é geralmente prensado a frio a partir das sementes do botânico.

Seus constituintes químicos incluem ácidos graxos essenciais, ácido linoleico, ácido gama-linolênico, ácido oléico, ácido palmítico e ácido esteárico.

O nome desta planta contém uma referência ao seu comportamento. “Uma qualidade especial da prímula é que ela se liberta do ritmo usual do reino vegetal e floresce ao pôr do sol, em vez de no início do dia”, explica Elizabeth King, facialista holística e especialista em cuidados com a pele da marca de produtos naturais Weleda.

Benefícios do óleo de prímula

Os ácidos graxos essenciais presentes no óleo fazem com que ele desempenhe uma forte função de barreira na pele. Isso pode evitar a perda de umidade, aliviar a inflamação, proteger contra agentes irritantes e promover uma textura macia na cútis.

• Pele nutrida: os ácidos graxos essenciais do óleo de prímula nutrem a pele, podem aliviar a acne, promover a retenção de umidade e retardar os sinais de envelhecimento, repondo os lipídios perdidos.

• Cabelo e couro cabeludo saudáveis: para se livrar da caspa ou promover um crescimento saudável aos fios, utilize o óleo de prímula, que pode ajudar a criar um ambiente confortável, hidratado e saudável no couro cabeludo.

• Unhas fortes e regulares: “Se você tem unhas irregulares, tomar um suplemento de ômega 3 ou óleo de prímula pode ser benéfico, pois os ácidos graxos ajudam a hidratar”, explica a especialista em unhas Carla Opoku.

Medicinalmente, o óleo de prímula é usado para aliviar dores de cabeça e dores e desconfortos de artrite, TPM e menopausa. Ele também é usado para aumentar a imunidade, estimular a atividade cerebral e aliviar sintomas relacionados a alergias.

No entanto, você não deve começar a ingerir suplementos ou utilizar o óleo sem antes consultar um médico, pois efeitos colaterais podem surgir — assim como com qualquer ingrediente natural.

Como usar óleo de prímula

O óleo de prímula e os produtos de beleza que contêm o ingrediente podem ser um excelente complemento para qualquer rotina de skincare, quando utilizados seguindo as instruções da embalagem.

A seguir, confira maneiras de se utilizar o óleo topicamente para obter melhores resultados em problemas de pele:

• Acne: aplique o óleo diretamente nas manchas de acne e deixe agir durante a noite. Repita por algumas noites consecutivas para ajudar a reduzir a inflamação.

• Rosácea: utilizando uma esponja de silicone ou os dedos, aplique suavemente o óleo de prímula no rosto. Complemente com um hidratante facial.

• Eczema: misture algumas gotas do óleo em seu creme corporal ou facial favorito. Limpe a área e aplique o creme generosamente. Você pode fazer isso várias vezes ao longo do dia.

• Psoríase: faça sua própria pomada utilizando manteiga de cacau ou de karité e várias gotas de óleo de prímula. Misture bem e aplique como qualquer outro hidratante.

*Informações Isto É


+ Beleza