Formula Chopp

Gabinete de crise da covid-19 do Ministério Público reúne-se com secretário da Saúde

  • Bernardo Teixeira
  • Publicado em 11 de fevereiro de 2021 às 14:28
  • Modificado em 11 de fevereiro de 2021 às 16:07
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Promotores de Franca deverão buscar ações junto ao Estado para a questão do Plano SP

Prédio do MP de Franca – promotores discutem a importância do isolamento social para a redução de contágio

Com a participação de mais de 50 membros da instituição, o gabinete de crise da covid-19, instituído no ano passado pela Procuradoria-Geral de Justiça para elaborar as diretrizes da atuação do Ministério Público diante da pandemia do coronavírus, promoveu, nesta semana, uma reunião de trabalho com o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, e com a procuradora-geral do Estado, Maria Lia Porto, sobre a estratégia do governo para conter a crise sanitária neste momento de agudização.

Os promotores apresentaram a questionamentos sobre alterações de parâmetros na classificação do Plano São Paulo, a quantidade de vacinas distribuídas aos municípios, a possibilidade de incorporar a Sputinik V à campanha de vacinação, a pressão de setores econômicos para serem reconhecidos como essenciais, o trabalho de comunicação do governo com os prefeitos a fim de demonstrar a importância do isolamento social para a redução de contágio e os critérios para definição de grupos prioritários para imunização. “Idosos correspondem a 77% da mortalidade”, argumentou o secretário, respondendo a esse último ponto.

“O Ministério Público tem se pautado pelo diálogo”, afirmou o procurador-geral de Justiça, Mario Sarrubbo, que presidiu a reunião.

“Nós temos atribuições definidas previstas pela Constituição Federal e sabemos que as nossas atitudes no campo jurídico podem mexer com a vida das pessoas. O Ministério Público continua de portas abertas para defender a vida”, enfatizou o PGJ.

A Força Tarefa do MP de Franca, que compõe 11 promotores, deverá se reunir na semana que vem, de acordo com o coordenador do gabinete de crise, Arthur Pinto Filho, para tratar da gravidade da pandemia e do Plano São Paulo.


+ Justiça