Formula Chopp

Fiscais de renda do Estado de São Paulo se preparam para fazer greve por salário

  • Salvador Netto
  • Publicado em 13 de fevereiro de 2021 às 20:30
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

A mobilização dos fiscais de renda acontece enquanto o governo do Estado continua sofrendo pressão de diversos setores por causa dos reajustes deste ano no ICMS

Os agentes fiscais de renda do estado de São Paulo se preparam para entrar em greve no início de abril. A decisão foi tomada em assembleia geral virtual organizada pelo Sinafresp (sindicato da categoria) na noite de quinta-feira (11). O grupo diz que está sem reposição salarial há oito anos.

O teto da remuneração dos fiscais de renda de São Paulo gira em torno de R$ 23 mil, que é o patamar do salário do governador. As informações são da repórter Joana Cunha, da Folhapress.

Além do aumento, Leandro Ferro, diretor do sindicato, afirma que o grupo pede a criação de regras para garantir maior autonomia dos profissionais em relação ao governo estadual.

A mobilização dos fiscais de renda acontece enquanto o governo do Estado continua sofrendo pressão de diversos setores por causa dos reajustes deste ano no ICMS. ​

Procurado pela reportagem, o governo estadual afirma que recebeu o Sinafresp em recentes reuniões no final de 2020 para tratar das reivindicações.

“Embora a categoria seja uma das mais bem remuneradas do estado, o governo trabalha para encontrar soluções para as demandas desse grupo”, diz.

Também afirma que a lei complementar do ano passado que instituiu o enfrentamento ao coronavírus proíbe a concessão de reajustes para servidores públicos até 31 de dezembro de 2021.


+ Trânsito