​Eleitores terão segurança redobrada contra Covid nas eleições

  • Joaquim Felix
  • Publicado em 5 de novembro de 2020 às 18:21
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 07:31
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Medidas protetivas a mesários e eleitores foram definidas para que na eleição haja tranquilidade

As eleições municipais deste ano exigiram a revisão dos procedimentos eleitorais para a realização de um pleito seguro em meio aos desafios impostos pela Covid-19.

A Justiça Eleitoral elaborou um plano de segurança em parceria com especialistas da área de saúde, a ser observado no dia da votação. Empresas privadas doaram os materiais constantes do protocolo sanitário, que serão encaminhados aos locais de votação.

A recomendação é que, antes de sair de casa, o eleitor consulte seu local de votação, pois o número de seções diminuiu neste ano. A consulta pode ser feita pelo aplicativo e-Título ou no site do TRE-SP.

Deve ser observado o distanciamento de pelo menos um metro entre eleitores e mesários. O uso de máscaras é obrigatório nos locais de votação e nas seções eleitorais. Se for necessário, o mesário pedirá ao cidadão que abaixe a máscara por alguns instantes para melhor identificá-lo.

O comprovante de votação será entregue ao eleitor apenas se este o pedir expressamente. O eleitor não deve se preocupar, pois pode obter a certidão de quitação eleitoral tanto pelo aplicativo e-Titulo como na página da Justiça Eleitoral na internet. Essa certidão substitui todos os comprovantes de votação que o eleitor eventualmente tiver.

Haverá álcool em gel em todos os locais de votação e em cada seção, a fim de que seja feita a higienização das mãos, antes e depois da votação.

Se eleitores ou mesários tiverem febre no dia da eleição, a recomendação é que não compareçam às urnas. A medida também vale para quem tiver resultado positivo para a Covid-19 nos 14 dias que antecedem o pleito ou contato com pessoas contaminadas.

Para ganhar tempo, o eleitor pode levar a colinha com os nomes e números dos candidatos a vereador e prefeito de sua preferência. Também se recomenda que o cidadão leve sua própria caneta para assinar o caderno de votação.

Todas essas medidas buscam garantir a saúde e a segurança de eleitores, mesários e servidores da Justiça Eleitoral. Cumprido o protocolo sanitário, as eleições serão realizadas com tranquilidade.