Formula Chopp

Diretora desmente enfermeira e garante que UBSs não aplicam sobras da xepa da vacina

  • F. A. Barbosa
  • Publicado em 14 de junho de 2021 às 15:00
  • Modificado em 14 de junho de 2021 às 19:18
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Segundo chefe da Atenção Básica da Prefeitura, sobras da vacina eram reportadas à Vigilância Epidemiológica

Segundo chefe da Atenção Básica da Prefeitura, sobras da vacina eram reportadas à Vigilância Epidemiológica

A diretora do Departamento da Atenção Básica da Prefeitura de Franca, Leziane Vilela, prestou depoimento à Frante Parlamentar contra o covid, instalada na Câmara Municipal.

A servidora informou para a Frente sobre o seu papel na vacinação municipal contra o novo coronavírus.

O seu setor definia os postos de vacinação e os públicos a serem imunizados neles. Segundo seu depoimento, a orientação era que todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) devolvessem a xepa para a Vigilância Epidemiológica, a qual ficaria responsável por sua utilização.

“Não tenho conhecimento de aplicação de sobra técnica nas unidades básicas. Elas se reportam muito à Vigilância quando há dúvidas sobre a vacinação”, afirmou Leziane.

As palavras dela contradizem o depoimento da enfermeira Marina Freitas à comissão, que garantiu ter ficado sabendo de aplicações da xepa em UBSs.

Para a diretora, o ideal é seguir a documentação técnica à risca a fim de evitar problemas e tornar o processo de vacinação mais claro tanto para os servidores quanto para a população.

Ela acrescentou que não imunizou nenhum membro da sua própria família e que orientou o uso da sobra técnica em profissionais da saúde.

O presidente da Frente, Donizete da Farmácia, comentou a nova rodada de depoimentos de servidores.

“A nossa intenção desde o começo foi buscar informações para melhorar o atendimento. E hoje percebemos que há falta de pessoas para trabalhar na Vigilância Epidemiológica. É serviço demais e os servidores não estão dando conta. O prefeito Alexandre Ferreira (MDB) irá contratar 80 técnicos de enfermagem e 12 enfermeiros, e esperamos que alguns desses funcionários sejam destinados à Vigilância Epidemiológica”, disse Donizete.

O vereador continuou. “Em no máximo dez dias, todos os membros da Frente Parlamentar vão se reunir novamente para debater o que já chegou ao nosso conhecimento. Depois disso, faremos um relatório do que apuramos e concluiremos nosso trabalho”.


+ Política