Deputada Graciela sobre o episódio de assédio na Alesp: “Precisa combater”

  • Joaquim Felix
  • Publicado em 18 de dezembro de 2020 às 17:46
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Quantos casos semelhantes já não vimos, pela imprensa, no transporte público, por exemplo, diz Graciela

Qualquer ato que invada a privacidade e que falte com respeito à mulher deve ser veementemente repudiado e combatido

A deputada estadual Delegada Graciela se manifestou nesta sexta-feira pelas redes sociais sobre o episódio de assédio no plenário da Alesp.

Qualquer ato que invada a privacidade e que falte com respeito à mulher deve ser veementemente repudiado e combatido.

O caso flagrado pelas câmeras da TV Alesp em que, aparentemente, há uma aproximação e um movimento, ali, feito pelo deputado Fernando Cury sobre a deputada Isa Penna, revelam a necessidade de uma ação efetiva em proteção à mulher.  

“Falo como mulher, como delegada de Defesa da Mulher, que fui por anos, e como presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, da Assembleia Legislativa: a importunação sexual precisa ser combatida, não apenas contra uma deputada, mas contra as milhares de mulheres que sofrem este tido de assédio todos os dias”, diz a nota. 

Ela ainda ponderou, “quantos casos semelhantes já não vimos, pela imprensa, no transporte público, por exemplo”. 

Segundo ela, passou da hora de dar um basta nisto! “Sei que a lei garante o direito de defesa a todos, mas este episódio, envolvendo um deputado estadual, tem que servir de exemplo, até como medida educativa, com uma punição muito rigorosa”, explicou. 

Ao finalizar, Graciela afirmou que “as mulheres têm que ser respeitadas em todos os lugares!”