Formula Chopp

Com informação da rejeição pela Câmara, Alexandre retira projeto da Empresa São José

  • Marcia Souza
  • Publicado em 22 de junho de 2021 às 11:45
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Serviço de transporte público segue suspenso na cidade com greve de motoristas e segue crise entre Empresa São José e Prefeitura de Franca

Serviço de transporte público segue suspenso na cidade com greve de motoristas e segue crise entre Empresa São José e Prefeitura de Franca

Com informações de que haveria a rejeição, o prefeito Alexandre Ferreira pediu a retirada do projeto de lei de sua autoria que previa o remanejamento de R$ 1,3 milhão para a compra de passes junto à Empresa São José.

Desde a apresentação do projeto, era claro o desconforto dos vereadores em aprovar o repasse de até R$ 1,3 milhão para compra de passes junto à concessionária do transporte coletivo.

O projeto se apresentava tão indigesto que nem mesmo houve mobilização por parte do Poder Executivo pela aprovação, como é comum em projetos do prefeito.

Também pesa muito, desde o início da proposta, a repercussão negativa que a aprovação do repasse causaria aos vereadores junto à população.

Com isso, segue tensa e indefinida a situação do transporte coletivo em Franca. Pelo segundo dia consecutivo, os motoristas e demais funcionários, sem receber salários, não colocaram os ônibus para circular, deixando a população desassistida.

A São José emitiu nota alegando que paga para atuar no transporte coletivo em Franca, já que a tarifa está congelada desde 2017, embora o preço do diesel já tenha aumentado quase 50%.

Afirma ainda que a Prefeitura precisa cumprir o contrato na parte que estabelece a garantia do equilíbrio financeiro.

O município nada fala sobre o equilíbrio financeiro, mas diz que os problemas internos da empresa não dizem respeito à administração pública.

 


+ Política