Alergia a cães? Saiba que é possível conviver com o pet na mesma casa! Veja como

  • Rosana Ribeiro
  • Publicado em 5 de abril de 2021 às 15:00
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Alguém que é alérgico a cachorros mas, mesmo assim, ama os doguinhos, sabe o quanto pode ser frustrante tentar a convivência

Mesmo pessoas alérgicas a cães podem conviver com os pets se tomarem cuidados bem simples, mas importantes

 

A convivência de um alérgico com cães nem sempre é simples.

Inclusive, no passado, a grande maioria dos médicos alergistas recomendavam que seus pacientes alérgicos não tivessem ou se desfizessem de seus cães.

O quadro hoje em dia pode ser muito mais controlado, devido ao desenvolvimento de remédios e tratamentos.

Afinal, existem muitos tipos de alergias diferentes e que não necessariamente estão ligadas ao cachorro em si. Mas sim, pelo estilo de vida que o cachorro leva ou mesmo pelo estilo de convivência que seu tutor tem com o animal.

Um cachorro sujo ou que não recebe banhos recorrentemente, por exemplo, tende a irritar muito mais um alérgico.
Alguém que é alérgico com cães mas, mesmo assim, ama os doguinhos, sabe o quanto pode ser frustrante tentar a convivência.

Afinal, em alguns casos, basta que o animal esteja no mesmo cômodo em que o tutor está para que os espirros, coceiras e irritações comecem a acontecer.

O que é a alergia

Uma alergia nada mais é do que uma defesa do seu corpo, que tenta, de alguma forma, impedir que alguma partícula entre em contato com seu organismo.

Só que a reação do corpo é tão grande, que diversos outros problemas começam a se desencadear, como em um efeito dominó. É através do excesso de reação de defesa do corpo, que as alergias se caracterizam.

Veja algumas dicas para você e seu dog conviverem de maneira feliz:

A casa precisa estar sempre limpa e arejada para evitar sujeiras extras

Muitas vezes uma pessoa que tem alergia a cachorros, desempenha vários outros tipos de reações no organismo.

Partindo deste princípio, uma das dicas que você pode começar a considerar, hoje, para ter um cachorro, mesmo que você seja alérgico, é: mantenha a sua casa sempre limpa e arejada.

Muitas vezes um cachorro dentro de casa pode causar vários tipos de sujeira. E não estamos falando apenas da sujeira natural dele, como as idas ao tapete higiênico (banheiro).

Estamos falando de sujeira como atração de outros bichinhos, insetos e até o acúmulo de pó em seu pelo.

Ou seja, o cachorro ajuda a deixar o ambiente menos confortável para você. Algo que dificultará o convívio com o animal, caso você tenha alergia a cachorros.

Dê banho no cachorro regularmente para que ele não acumule ácaros

Você sabia que o cachorro, mesmo vivendo dentro de casa e em um ambiente controlado, pode facilmente atrair ácaros?

Pois é. Isto é bem comum, uma vez que a pele do animal é um excelente local para que pulgas e outros parasitas, praticamente invisíveis, possam desenvolver uma família bem grande. É um local escondido, quentinho e com comida a vontade!

Não deixe o animalzinho entrar ou dormir na sua cama ou perto de você

Os alérgicos com cães podem sofrer ainda mais com sua alergia, a partir do momento que o contato com o dog seja muito próximo e constante.

Ou seja, o ideal é que você consiga manter alguma distância do animal para ir testando, aos poucos, as reações do seu corpo. Só que algo que você deve evitar a todo custo, é dormir com o animal.

E o mesmo vale para o sofá da sala: não deixe o animal subir no sofá ou mesmo nas cadeiras da cozinha.

Estes são locais que podem acumular muita sujeira (mesmo que escondida) e, em poucos dias, as reações alérgicas vão aparecer – mesmo que o cãozinho não esteja perto de você.

Procure um especialista em alergias para administrar o seu caso com possíveis remédios

E talvez a dica mais importante de todo este artigo: nunca adote um cãozinho caso você não saiba como controlar sua alergia.

Por mais que a alergia seja leve, é fundamental entender os motivos pelos quais elas acontecem.

Conhecer o seu corpo vai fazer com que o convívio com o cachorro possa acontecer de forma muito mais saudável e natural.

Portanto, procure um alergista antes mesmo de ponderar a adoção de um cachorro. Pois é somente ele que poderá direcionar o convívio e, então, fornecer cuidados específicos para a sua alergia – pois cada alergia é diferente uma da outra.

*Informações Portal do Dog