Seleção Brasileira vence Chile e segue invicta na eliminatória para a Copa

Com quatro vitórias em quatro jogos, o time verde-amarelo segue isolado na liderança do Grupo B

Postado em: em Basquete

A noite de domingo foi de festa completa em Goiânia. Com 10.550 pessoas lotando completamente as arquibancadas da Arena Goiânia, a Seleção Brasileira venceu o Chile, por 83 a 58, e se manteve invicto nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019.

Com dez jogadores do NBB entre os 12 que atuaram, a Seleção teve o ala/pivô Lucas Dias, com 15 pontos, como cestinha. Outro que teve grande atuação foi o pivô Anderson Varejão, que somou um duplo-duplo de 11 pontos e dez rebotes.

Depois de ficar de fora do jogo contra a Colômbia, na última quinta-feira, o ala/armador Vitor Benite fez sua estreia pelo time verde-amarelo nas Eliminatórias e foi outro a ter boa atuação. Em pouco mais de 19 minutos em quadra, o jogador do Murcia (ESP) fez 14 pontos (4/5 nas bolas de três pontos).

“Nós sabemos que todo jogador sempre entra em quadra com algum tipo de dor e acaba tendo que se superar. Foi isso que aconteceu hoje comigo e com o Benite. Até algumas horas antes da partida nós não sabíamos se iríamos conseguir jogar. Felizmente conseguimos nos superar e hoje o Benite foi um monstro em quadra”, exaltou Varejão.

Agora com quatro vitórias em quatro jogos, o time verde-amarelo segue isolado na liderança do Grupo B e já garantiu passagem à próxima fase das Eliminatórias. No entanto, a Seleção ainda fará mais duas partidas na primeira fase, no final do mês de junho, contra Venezuela e Colômbia, fora de casa.

“Desde o início das eliminatórias nos criamos um grupo muito forte com jogadores experientes como o Anderson Varejão e o Leandrinho e as coisas têm dado certo até aqui. Fico muito feliz de ter conseguido jogar e ter ajudado a seleção a conquistar mais uma vitória”, disse Benite.

Além do espetáculo dentro de quadra, o expressivo público que fez uma linda festa em Goiânia representa o recorde das Eliminatórias em todo o mundo. Disputado nas Américas, Europa, África e Ásia, o novo sistema qualificatório para o Mundial teve sua terceira janela realizada e ainda terá outras quatro datas até que em fevereiro de 2019 sejam definidos os 32 países que vão à Copa do Mundo.


  • Léo Meindl marcou oito pontos pela seleção contra o Chile no domingo

Artigos Relacionados