Xenofobia: Giselle Itié afirma que vai processar Antonia Fontenelle

  • Salvador Netto
  • Publicado em 16 de dezembro de 2020 às 03:09
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 11:47
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

Ex-mulher de Marcos Paulo não gostou de uma referência de Itié e disse que ela deveria voltar para o México

(Folhapress) – Giselle Itié, 38, não ficou contente com os ataques que sofreu de Antonia Fontenelle, 47, após comentar o caso de assédio sexual envolvendo a humorista Dani Calabresa. De acordo com Ancelmo Gois, colunista do jornal “O Globo”, ela vai processar Fontenelle após ser vítima de xenofobia.

Com a repercussão do caso na Globo, Itié demonstrou apoio à estrela de “Zorra” e revelou que ela própria já foi vítima de assédio sexual, aos 23 anos, pelo diretor de uma novela da qual participava – sem citar nomes.

Na época, o folhetim com o qual Itié estava envolvida era “Começar de Novo”, da Globo, que teve Marcos Paulo, falecido em 2012, como diretor. Ele foi casado com Fontenelle entre 2008 e o ano de sua morte, e ela foi rápida em abordar os comentários da atriz nas redes sociais.

“Hoje acordei com meu WhatsApp explodindo. Um monte de amigos me mandando mensagens de matérias com uma atriz, que já passou pela TV Globo, se perfazendo de um assunto muito sério, que é o que a Dani Calabresa está passando neste exato momento”, disse Fontenelle por vídeo.

“Desgosto. Triste saber que existem mulheres como você, dona Giselle. Volta pro seu país, é o melhor que você faz”, afirmou, em referência ao México, local de nascimento de Itié, que é radicada no Brasil desde os quatro anos.