Sonda chinesa Chang’e-5 pousa com sucesso na superfície da Lua

  • Salvador Netto
  • Publicado em 1 de dezembro de 2020 às 18:31
  • Modificado em 11 de janeiro de 2021 às 10:08
compartilhar no whatsapp compartilhar no telegram compartilhar no facebook compartilhar no linkedin

O lançamento de Chang’e-5 marca a primeira operação do tipo realizada pela China em quatro décadas

Aeronave não tripulada chinesa Chang'e-5 - Foto: Reprodução

A espaçonave chinesa não tripulada Chang’e-5 pousou na Lua nesta terça-feira, às 12h13 (horário de Brasília), informou a agência de notícias Xinhua. Esta é a segunda vez que a China estacionou com sucesso uma sonda na superfície lunar.

O anúncio foi feito pela agência de notícias estatal chinesa após um comunicado da Administração Espacial Nacional da China. A sonda Chang’e-5 foi lançada no dia 23 de novembro pelo foguete “Longa marcha 5”, partindo do centro de lançamento espacial Wenchang, na ilha de Hainan, no sul da China.

O lançamento de Chang’e-5 marca a primeira operação do tipo realizada pela China em quatro décadas. O objetivo é coletar 2kg de rochas. Se o procedimento for bem sucedido, este será o primeiro retorno de solo lunar desde 1976, quando a sonda soviética Luna-24 encerrou sua missão com sucesso.

O pouso da sonda estava previsto para o período entre o início e meados de dezembro. Agora, a ideia é que as amostras tomem o rumo da Terra entre 16 e 17 deste mês. A sonda deve descer à Terra de paraquedas, na região da Mongólia Interior, em território chinês.

A operação é parte da estratégia chinesa para desenvolver tecnologia aeroespacial de ponta, com o objetivo de promover viagens tripuladas e estabelecer uma base lunar na década de 2030.